A+ / A-

Incêndios. Governo anuncia 61 meios aéreos para deste ano

08 jan, 2019 - 20:37 • Lusa

Anúncio foi feito no parlamento pelo ministro da Administração Interna. São mais cinco meios em comparação com 2018.
A+ / A-

O dispositivo de combate a incêndios florestais vai contar este ano com 61 meios aéreos, mais cinco do que em 2018, anunciou esta terça-feira no parlamento o ministro da Administração Interna.

Eduardo Cabrita adiantou que este número é o resultado de um trabalho já feito entre a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) e a Força Aérea, que tem desde o início do ano a gestão dos meios aéreos de combate a incêndios e emergência.

"A gestão de meios aéreos passou para a Força Aérea, mas o Ministério da Administração Interna participa sobretudo na definição dos meios necessários e o dispositivo para 2019 vai ser ainda mais reforçado do que em 2018. Vai ter, com características um pouco diferentes, 61 meios aéreos. Foi isso que resultou do trabalho que, entretanto, foi já feito entre a ANPC e a Força Aérea", disse o ministro no parlamento.

Na comissão parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, Eduardo Cabrita sustentou que em 2018 ocorreu "a maior resposta de meios aéreos desde sempre".

Segundo o ministro, em 2017 existiram 49 meios aéreos, número que aumentou para 56 no ano passado.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.