|
A+ / A-

Abusos sexuais na Igreja. “Encontrem-se com as vítimas antes de virem” a Roma

18 dez, 2018 - 13:11

Entre 21 e 14 de fevereiro, vai decorrer a cimeira sobre proteção de menores na Igreja.

A+ / A-

O Vaticano lançou esta terça-feira um pedido aos presidentes de todas as conferências episcopais no âmbito do encontro com o Papa, em fevereiro, para debater os abusos sexuais na Igreja.

Numa carta enviada a todos os participantes, a Santa Sé pede que os responsáveis das conferências episcopais se encontrem com as vítimas dos abusos nos seus países antes do encontro no Vaticano.

“Os organizadores pedem aos participantes que se encontrem com as vítimas dos abusos nos seus próprios países antes de virem à reunião de fevereiro. É uma forma concreta de pôr as vítimas em primeiro lugar e de conhecer o horror do que viveram”, explica Greg Burke, porta-voz do Papa.

“O encontro sobre a proteção de menores na Igreja vai centrar-se em três temas principais: prestação de contas, assunção de responsabilidade e transparência”, adianta o responsável.

A carta pede ainda aos presidentes das conferências episcopais que respondam a um questionário que servirá para ajudar a preparar a reunião, marcada para os dias 21 a 24 de fevereiro.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.