A+ / A-

Simão recusa extrema dureza e lembra 27 faltas do Sporting

08 dez, 2018 - 15:44

Técnico axadrezado admite, no entanto, que 25 faltas contra os dragões foi “número exagerado”.
A+ / A-

O treinador do Boavista recusa a ideia de extrema dureza da sua equipa, apesar de reconhecer que as 25 faltas contra o FC Porto foram um "número exagerado".

Jorge Simão, que falava na antevisão do encontro de domingo com o Nacional, da 12.ª jornada do campeonato, disse sentir-se na obrigação de voltar a falar daquele jogo depois de o treinador contrário, Sérgio Conceição ter dito que "um candidato ao título foi, no início da época, ao Bessa e o Boavista fez 12 faltas" e contra o FC Porto "fez mais do dobro".

Embora concorde que as 25 faltas cometidas pela sua equipa são um "número exagerado", até porque refere que essa não tem sido "a média" da sua equipa, Jorge Simão justifica no facto desse jogo ter sido "uma boa luta", devido aos "contornos emocionais" que o rodeiam e que são "diferentes de um jogo normal".

"Foi um jogo com uma envolvência muito forte e ainda bem que o foi", reforçou, observando que, no dia seguinte, o Sporting bateu fora o Rio Ave (3-1) e "fez 27 faltas e ninguém fala na dureza excessiva do Sporting".

O treinador 'axadrezado' fechou o capítulo afirmando que "tinha vontade de dizer muitas outras coisas, mas nenhuma delas seria positiva" para a sua equipa e recusou tecer mais comentários ou responder a Sérgio Conceição, pois, observou mais à frente, "a luta é sempre desigual" se aceitasse entrar na polémica.

Sobre o jogo da Madeira, disse que é para "ganhar", apesar do adversário viver "um bom momento e vir de três jogos sem perder", o que vai obrigar a "uma boa luta".

O Boavista não marcou golos nos últimos quatro jogos do campeonato e Jorge Simão espera acabar com esse "momento" na Choupana: "Sinto um grupo de jogadores totalmente comprometido e ligado ao que tem de fazer para dar a volta a esta situação."

Sparagna, Obiora, Yusupha e Falcone são baixas certas devido a lesão.

O Nacional, 12.º classificado, com 12 pontos, e o Boavista, 16.º, com nove, defrontam-se no domingo, às 15h00, no Estádio da Madeira, para a 12.ª jornada da I Liga de futebol.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • A Martins
    08 dez, 2018 Braga 17:38
    Não comparar a natureza das respetivas faltas, é querer enganar os "tolos" e não ser-se sério.