A+ / A-

Seis mortos numa discoteca em Itália

08 dez, 2018 - 09:51

Mais de 100 pessoas sofreram ferimentos, 13 dos quais com gravidade, segundo fontes oficiais. Há indícios de que a discoteca estava sobrelotada para ver o concerto de um conhecido artista.
A+ / A-

Seis pessoas, incluindo cinco adolescentes, morreram este sábado de madrugada num incidente numa discoteca em Ancona, Itália, durante um concerto de um artista popular naquele país.

A discoteca estava cheia quando um passadiço colapsou, lançando dezenas de pessoas para um fosso e provocando o pânico entre os restantes.

Os mortos, três raparigas, dois rapazes e uma mulher que tinha acompanhado o seu filho ao concerto do rapper Sfera Ebbasta, morreram espezinhados na fuga.

Mais de 100 pessoas sofreram ferimentos, 13 dos quais com gravidade, segundo fontes oficiais.

Segundo os bombeiros, citando testemunhas, suspeita-se que alguem possa ter libertado gás pimenta, ou algo semelhante, no interior da discoteca e que isso tenha espoletado o pânico e a fuga que levaram inclusivamente à queda do passadiço.

O vice-primeiro-ministro Matteo Salvini, que é também ministro do Interior, disse que havia indicações de que a discoteca estava sobrelotada e lamentou as mortes. “As pessoas não podem morrer assim. Vamos descobrir os responsáveis por estas seis vidas ceifadas, aqueles que por malícia, estupidez ou ganância permitiram que esta noite de festa se transformasse em tragédia”.

O Papa Francisco referiu as vítimas mortais durante a oração do Angelus, este sábado de manhã, pedindo orações por elas e pelas suas famílias.

[Notícia atualizada às 12h34, com teoria do uso de gás pimenta]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.