A+ / A-
Benfica

Rui Vitória acredita que a classificação seria diferente sem erros de arbitragem

07 dez, 2018 - 12:50

Treinador do Benfica afina pelo diapasão da comunicação do clube, que tem criticado a arbitragem nos jogos do FC Porto. Sobre o mercado de inverno, que se aproxima, Rui Vitória garante que ainda não há jogadores "fora do baralho".
A+ / A-

Rui Vitória acredita que, se não houvesse erros de arbitragem, a classificação do campeonato seria diferente.

O Benfica, que ocupa o quarto lugar, tem-se queixado muito sobre eventuais erros de arbitragem nos jogos do FC Porto, que atualmente lidera o campeonato, e até já enviou uma exposição à Liga e ao Conselho de Arbitragem. Questionado em conferência de imprensa, esta sexta-feira, se acredita que as contas do campeonato seriam diferentes, nesta altura, sem esses erros, o treinador do Benfica foi taxativo: "Acredito."

"Acredito, mas também não me vou pronunciar nesta altura sobre isto, porque o Benfica já fez o que tinha a fazer. Noutras alturas, serei eu a pronunciar-me, mas não agora. Mas acredito que a tabela fosse diferente", confirmou o técnico encarnado.

Não há jogadores "fora do baralho"

Alguma desportiva adiantou, esta sexta-feira, que o Benfica teria acordo com o Paços de Ferreira para a contratação de Luis Phellype. Dado desmentido pelo presidente dos castores, Paulo Menezes, a Bola Branca. Questionado sobre o tema, Rui Vitória recusou falar de nomes concretos.

"Não tenho muito a dizer. Pensava que esta conversa de entrada e saída de jogadores começasse mais tarde, mas isso não me guia nesta altura. O meu foco é o ciclo de jogos que o Benfica vai ter. Falamos nisso em janeiro. Estamos no início de dezembro. Ainda vão aparecer muitos nomes para entrar e sair do Benfica", argumentou o treinador.

O Benfica terá, em mãos, uma proposta por Castillo e Facundo Ferreyra estará mesmo de saída da Luz. Questionado sobre os dois avançados, Rui Vitória sublinhou que "nenhum jogador é carta fora do baralho".

"Os jogadores que aqui estão podem ser chamados em qualquer momento. Tenho jogadores de qualidade para várias posições e temos de escolher. Há sempre um jogador bom que vai ter de ficar de fora", frisou.

João Félix tem oscilado entre a titularidade e a bancada, sem conseguir cimentar um lugar definitivo. Vitória explicou que "todos os jogadores têm um projeto próprio" e que "tem noção clara" do que cada um.

"O João é um belíssimo jogador, mas ainda tem de trabalhar. Tem um potencial enorme. Está inserido num lote, para uma posição, com mais cinco jogadores internacionais. Ele está a evoluir", garantiu o técnico.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.