A+ / A-

Estas são as 10 cidades mais violentas do planeta

03 dez, 2018 - 08:23

A capital da Venezuela encabeça a lista das cidades com maior taxa de homicídios, segundo um relatório internacional.
A+ / A-

A cidade de Caracas é a mais violenta do planeta, segundo um relatório do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que dá conta que na capital da Venezuela se registam 119,87 homicídios por cada 100.000 habitantes.

O relatório "Crime e Violência: Obstáculos para o desenvolvimento das cidades da América Latina e das Caraíbas", publicado no fim de novembro, coloca a cidade de San Pedro Sula, nas Honduras, e San Salvador, em El Salvador, no segundo e terceiro lugar da lista das cidades com mais homicídios.

Nesta lista, constam ainda outras duas cidades Venezuelanas - Maturín e Valência, em quinto e sétimo lugar.

Segundo o relatório, a região da América Latina e Caraíbas continua a ser a mais violenta do planeta, com uma taxa de homicídios de 23 por cada 100 mil habitantes (um número quatro vezes superior à média mundial). A única cidade neste "top 10" que não pertence a esta região é a Cidade do Cabo, na África do Sul.

O número de homicídios tem vindo a aumentar. Nesta região, em 2000, registaram-se 29% dos homicídios no planeta. Em 2009, o número subiu para 37% e em 2017 para 39%. No entanto, nesta região vive apenas 9% da população mundial.

O relatório prevê que, em 2030, a taxa de homicídios seja de 35 por cada 100 mil habitantes, nesta região.

Ao mesmo tempo, quando as causas de morte externas (homicídios, suicídios e acidentes de viação) são comparadas, a América Latina é a única região onde o homicídio é a principal causa de morte (52%).

O relatório afirma que a insegurança nesta região do globo resulta de uma multiplicidade de fatores, geralmente associados com condições socioeconómicas, fraqueza institucional e falta de coesão social. Tendo em conta esta complexidade, o relatório recomenda medidas interdisciplinares no combate à violência e ao crime urbano.

Os investigadores lembram que, para diminuir efetivamente a violência nestas cidades, as autoridades locais devem intervir previamente nos maiores fatores de risco, como o abuso de drogas e álcool e o acesso facilitado a armas de fogo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • André
    03 dez, 2018 Portugal 12:31
    Um dos paraísos soclialistas que serviram de modelo ao bloco de esquerda