A+ / A-

Rosa Mota vence mini-maratona de Macau aos 60 anos

02 dez, 2018 - 15:29

Campeã portuguesa melhorou o tempo alcançado em 2016.
A+ / A-

A portuguesa Rosa Mota venceu este domingo a mini-maratona de Macau, três décadas após ter conquistado a medalha olímpica em Seul, na Coreia do Sul, ao correr 5.200 metros em 22m02.

A ex-campeã do Mundo e da Europa, que foi convidada pela organização da 37.ª Maratona Internacional para assumir o papel de 'embaixadora' anti-doping, bateu o tempo alcançado em 2016, quando também ganhou a corrida, então com 24m47.

"Sim, este ano fiz 60 anos e passaram 30 desde que ganhei a medalha de ouro em Seul, mas hoje só falo da importância de fazer chegar a todos estes atletas a mensagem sobre os perigos do doping e de como a batota não tem lugar no desporto", referiu à Lusa.

A mini-maratona, assim como a meia-maratona, integraram o programa da 37.ª Maratona Internacional de Macau.

Os atletas portugueses Vera Nunes e João Antunes concluíram a maratona na sexta (femininos) e oitava (masculinos) posições, respetivamente. Na meia-maratona, tanto António Rocha como Carla Martinho garantiram o terceiro lugar nas provas masculina e feminina, respetivamente.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.