|

 Casos Ativos

 Suspeitos Atuais

 Recuperados

 Mortes

A+ / A-

O pedido do Governo português a empresários chineses: “Por favor, usem-nos como cobaias”

29 nov, 2018 - 15:48

Secretária de Estado do Turismo fechou esta quinta-feira a conferência do conglomerado chinês Alibaba em Lisboa com um pedido à plateia de empresários e gestores da banca.

A+ / A-

Considerando que Portugal é, “cada vez mais, o lugar, o país, não só para visitar como para investir, para viver”, poderá servir também de teste para a entrada de mais chineses na Europa.

A sugestão – em forma de apelo – foi lançada pela secretária de Estado de Turismo, Ana Mendes Godinho, ao grupo chinês Alibaba esta quinta-feira.

“Usem-nos como porta de entrada, como cobaias para testar a forma de entrarem na Europa”, pediu.

Ana Mendes Godinho afirmou que Portugal está a apostar no mercado chinês – estabelecendo, por exemplo, diversas parcerias e facilitando a compra de produtos – e que foi por saber que “podemos crescer muito mais” que o Governo português reforçou a equipa na China, “para aprofundar [a presença portuguesa] no mercado chinês”.

Foi durante o discurso de encerramento da conferência que o grupo Alibaba realizou em Lisboa que a secretária de Estado do Turismo se virou o diretor-geral do grupo Alibaba para a Europa, para Terry von Bibra, para lançar um “desafio: por favor, façam de nós um país de teste, de piloto para testar Europa”.

O grupo chinês tem 601 milhões de consumidores ativos. Durante a conferência, celebrou uma parceria com a AICEP, através da qual a agência portuguesa para o investimento e promoção externa de Portugal se compromete a apoiar “empresas portuguesas a exportarem via Alibaba” para o mercado chinês.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Joao
    07 mai, 2020 00:13
    Canalhas. Um dia ainda vão responder por estas traições....
  • Narciso Guimaraes
    05 mai, 2020 Lordelo GMR 14:11
    Isto é o tipo de politicos que temos á frente do nosso país. Em off depois vai-lhe dizer " vê lá se tens um cargo executivo para mim ou para um familiar".
  • Bernardo
    05 mai, 2020 Viseu 13:13
    Só pode ser a gozar! Isto está mesmo a precisar de uma revolta o povo!!!!!!!! Já nos chegam os comunas e marxistas em Portugal! Agora passariamos a ser uma colónia chinesa! Cambada de estercos de governantes. Noticia mais deprimente de todas, e não tem sido fácil escolhe-las.
  • Sérgio
    05 mai, 2020 Albufeira 10:37
    Portugal está na moda para o turismo graças ao povo tornado em serviçal. Perdemos a nossa soberania e identidade. Vamos entregar tudo aos estrangeiros e o que conquistamos no passado temos perdido na actualidade. Porque somos governados por ignorantes egoísta que estão a se cagar para o cidadãos
  • fernando nogueira go
    12 fev, 2020 fundão 17:41
    Se a estupidez pagasse imposto...
  • cardoso ferreira
    12 fev, 2020 09:13
    obrigada, por essas palavras, ENCERRAMENTO DE EMPRESAS PORTUGUESAS, PORTUGAL NÃO PRECISA DESTES DOUTORES
  • Luis Ribeiro
    02 dez, 2018 Faro 17:33
    Sinceramente, estou sem palavras. Um ministro português a pedir para que utilizem o pais como cobaia. Onde isto chegou!