A+ / A-

Deutsche Bank alvo de buscas por suspeita de branqueamento

29 nov, 2018 - 12:58

Investigação motivada pelos Panama Papers está relacionada com transações de 311 milhões de euros que foram transferidos para um paraíso fiscal.
A+ / A-

Uma equipa de 170 agentes da polícia alemã levou a cabo buscas esta quinta-feira à sede do Deutsche Bank em Frankfurt e a outros cinco escritórios da instituição por suspeitas de lavagem de centenas de milhões de euros.

A procuradoria de Frankfurt diz que dois funcionários do banco, bem como "outras pessoas não-identificadas em posições de autoridade" no banco, são suspeitos de não terem denunciado o alegado branqueamento de transações na ordem dos 311 milhões de euros.

O dinheiro foi transferido para organizações sediadas nas Ilhas Virgens Britânicas, um notório paraíso fiscal, na primavera de 2016, adiantaram os procuradores aos jornalistas.

Em comunicado, o banco alemão confirmou que a polícia está a investigar vários dos seus escritórios na Alemanha na sequência de denúncias contidas nos Panama Papers, uma investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação à forma como os mais ricos e poderosos fogem aos impostos nos seus países.

"Estamos a cooperar totalmente com as autoridades", garantiu o banco no comunicado.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.