A+ / A-

Finlandeses deportados da Malásia por distribuir material cristão

27 nov, 2018 - 12:28

Material apreendido pela polícia inclui canetas e blocos de notas com versículos bíblicos e será destruído. É proibido, na Malásia, tentar mudar a religião de um muçulmano.
A+ / A-

Quatro turistas finlandeses vão ser deportados da Malásia depois de terem sido detidos, há uma semana, acusados de proselitismo.

Segundo as autoridades malaias, os turistas, dois homens e duas mulheres, entre os 27 e os 60 anos, terão distribuído diversos materiais cristãos, motivando uma série de queixas à polícia.

A Malásia é de maioria islâmica e é proibida qualquer tentativa de converter muçulmanos a outra religião. Os próprios muçulmanos também estão impedidos de adotar outra fé, ou de renunciar simplesmente à sua, embora o mesmo não se aplique a outras religiões.

Não se sabe ao certo a que grupo pertencem os cidadãos finlandeses que foram detidos, mas segundo a Associated Press pelo menos um deles será membro do Joosua Missio, um grupo de jovens cristãos finlandeses que costuma distribuir material cristão em festivais de música e outros encontros de jovens.

As autoridades malaias já anunciaram que se vão queixar ao Governo finlandês e que o material apreendido, que inclui canetas e blocos de notas com versículos bíblicos, será destruído.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.