A+ / A-

Kitesurfer Nuno Figueiredo recebe prémio do Guinness pela maior onda na Nazaré

22 nov, 2018 - 19:33

A onda premiada tinha 19 metros.
A+ / A-

O kitesurfer português Nuno Figueiredo considera um "orgulho para o país" ter recebido o diploma do Guinness World Records por ter descido na praia do Norte, na Nazaré, a maior onda do mundo naquela modalidade.

"O sonho tornado realidade" de surfar "a maior onda do mundo em kitsurf" valeu a Nuno 'Stru' Figueiredo o diploma Guinness World Records, entregue ao kitesurfer no Forte de S. Miguel, na Nazaré.

O diploma distingue o feito realizado em 8 de novembro de 2017, dia em que, na Praia do Norte, desceu uma onda de 19 metros.

Um recorde "extraordinário" e "uma mais-valia para Portugal e para a Nazaré", disse à agência Lusa o presidente da Federação Internacional de Kitesports, Diogo Pires Fernandes, sublinhando a contribuição do feito para "o reconhecimento do desporto nacional na disciplina das ondas".

Para o também dirigente da federação nacional, a modalidade pode também dar novos passos na divulgação das ondas gigantes para o kitsurf, que "permite navegar e chegar às ondas grandes sem a ajuda de uma mota de água ou de jet-sky".

O recorde da maior onda em kitesurf é "o terceiro obtido este ano" na Nazaré, mas, afirmou o presidente da Câmara, Walter Chicharro, "tem um significado especial por ter sido conquistado por um português".

Depois de o americano Garrett McNamara ter conquistado, em 2011, o título de maior onda do mundo para a Praia do Norte, na Nazaré, Rodrigo Coxa (Brasil) voltou a bater o recorde em 8 de novembro do ano passado (em simultâneo com o recorde de Nuno Figueiredo), na categoria de surf.

Já em janeiro deste ano, Maya Gabeiro bateu também o recorde na categoria de surf feminino.

"O potencial destas ondas é imenso e acredito que temos ainda muitos recordes para bater", afirmou Walter Chicharro, à margem da cerimónia de entrega do diploma a Nuno Figueiredo.

Nuno Figueiredo nasceu no Porto, no dia 29 de março de 1977 e começou a fazer as suas primeiras ondas com 14 anos. Passados 10 anos descobriu o KiteSurf como alternativa às nortadas portuguesas.

Seguiu a carreira de kitesurfer profissional, tornando-se tricampeão nacional de kitewave e vencendo diversas provas internacionais na mesma disciplina.

Foi o primeiro kitesurfer a integrar o projeto museológico 'Surfer Wall' (parede com as pranchas de surf de atletas de todo o mundo) criado em 2016 no Forte de São Miguel Arcanjo, que tem como objetivo materializar o reconhecimento da vila da Nazaré pelos surfistas que procuram a superação nas ondas da Praia do Norte e que, por essa via, a divulgam em todo o mundo.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.