A+ / A-

​Estrada deixou de ser nacional, mas era a principal para Borba e Vila Viçosa

21 nov, 2018 - 15:33 • Rosário Silva

Transportes escolares, excursões, táxis e até peregrinações a pé. Antiga EN 255 era essencial ao quotidiano das populações.
A+ / A-
Reportagem de Rosário Silva em Borba
Reportagem de Rosário Silva em Borba
Mais Opções
Partilhar

Passou a estrada municipal, mas, na verdade, nunca deixou de ser a principal para grande parte da população dos concelhos de Borba e Vila Viçosa. São quase seis quilómetros que encurtam distâncias e evitam entrar na nacional.

É uma estrada com história e com uma paisagem única que desperta a curiosidade de muitos, ladeada de pedreiras.

A Renascença falou com José António Cotovio, 82 anos, sobre o movimento da estrada.

“Excursões escolares, táxis, camiões, máquinas, passa tudo além”, garante o octagenário.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.