A+ / A-

Jean-Karl Vernay primeiro vencedor no GP de Macau

17 nov, 2018 - 10:20

A corrida ainda foi interrompida, na quinta volta, por despiste de Gordon Shedden.
A+ / A-

O francês Jean-Karl Vernay (Audi RS3 LMS) venceu a corrida de abertura do GP de Macau, ao aproveitar uma situação de “safety car”, acontecida na terceira volta, como é habitual, na curva do Hotel Lisboa.

No recomeço da corrida, o francês suplantou o seu compatriota Yvan Muller (Hyundai i30 N) e o inglês Robert Huff (VW Golf GTi), que largara da “pole position”.

Mas a corrida seria interrompida, na quinta volta, em consequência do despiste de Gordon Shedden (Audi RS3 LMS) a curva da Policia, que bloqueou a pista.

Quando a corrida recomeçou, Jean-Karl Vernay defendeu com sucesso a posição de comandante, tirando partido do facto de, no traçado macaense, as ultrapassagens não serem fáceis, o que se traduziu no facto de Yvan Muller e Robert Huff terem terminado a menos de um segundo do vencedor.

O italiano Gabriele Tarquini (Hyundai i30 N), que comanda o campeonato e está muito perto de assegurar a conquista do título, terminou em quarto e reforçou a sua candidatura à conquista do ceptro.

Classificações

1.ª Corrida

1.º, Jean-Karl Vernay (Audi RS3 LMS), 10 voltas (61,200 km), em 46’07,189” (145,5 km/h)

2.º, Yvan Muller (Hyundai i30 N), a 0,516”

3.º, Robert Huff (VW Golf GTi), a 0,881”

4.º, Gabriele Tarquini (Hyundai i30 N), a 6,523”

5.º, Norbert Michelisz (Hyundai i30 N), a 8,488”

6.º, Esteban Guerrieri (Honda Civic), a 9,297”

7.º Pepe Oriola (Cupra), a 9,923”

8.º, Timo Scheider (Honda Civic), a 10,594”

9.º, Luigi Ferrara (Alfa Romeo Giulietta), a 11,725”

10.º, Mato Homola (Peugeot 308), a 12,373”

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.