• PS
    PS
    33,38%
    7DEPUTADOS
  • PPD/PSD
    PPD/PSD
    21,94%
    4DEPUTADOS
  • B.E.
    B.E.
    9,82%
    2DEPUTADOS
  • PCP-PEV
    PCP-PEV
    6,88%
    1DEPUTADOS
  • CDS-PP
    CDS-PP
    6,19%
    1DEPUTADOS
  • PAN
    PAN
    5,08%
    1DEPUTADOS
  • Aliança
    Aliança
    1,86%
    0DEPUTADOS
  • OUTROS
    OUTROS
    7,90%
    0DEPUTADOS
Freguesias apuradas: 3092 de 3092 | Abstenção: 68,63% | Votos Nulos: 2,69% | Votos em Branco: 4,25%Resultados em detalhe ▷
A+ / A-

Mustafá insatisfeito: "Não sou terrorista nem traficante"

15 nov, 2018 - 12:14

Líder da claque Juventude Leonina não ficou satisfeito com o desfecho do caso, ao contrário da irmã de Bruno de Carvalho.
A+ / A-

Mustafá, líder da Juventude Leonina, saiu insatisfeito com o desfecho da detenção no âmbito das investigações do ataque em Alcochete.

Bruno de Carvalho e Mustafá vão aguardar julgamento em liberdade, mas sujeitos a apresentações regulares às autoridades. O líder da claque dos leões não se mostrou satisfeito, à saída das instalações do Tribunal do Barreiro:

"Não sou terrorista nem traficante. Sou o líder da Juve Leo. Claro que não estou satisfeito. Isto não é nada, valeu tudo. Vejam o processo. Não tenho nada a ver com isto".

Mustafá está indiciado por 57 crimes, entre eles terrorismo e sequestro. Aos 56 crimes inicialmente imputados, adicionou-se a suspeita de tráfico de estupefacientes, crime que o juiz de instrução criminal do caso considerou que existem fortes indícios de prova.

Alexandra Carvalho satisfeita com as medidas de coação

Bruno de Carvalho abandonou o Tribunal de Barreiro de carro e não prestou declarações. Já a irmã, Alexandra, mostrou-se satisfeita com as medidas de coação aplicadas:

"Estou mutio satisfeita, o juiz fez o que tinha de fazer. É uma decisão que se adequa. O meu irmão está bem, disse que o amava, mas não falamos muito".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.