A+ / A-

Divórcio à vista. UE e Reino Unido chegam a "esboço de acordo final" para o Brexit

13 nov, 2018 - 16:20

Texto vai ser debatido por Theresa May e os seus ministros, na quarta-feira.
A+ / A-

As equipas de negociações do Brexit que representam a Comissão Europeia e o Reino Unido terão chegado a um acordo final para concretizar a saída dos britânicos dentro do prazo previsto, no final de março do próximo ano.

Segundo várias fontes bem colocadas em Bruxelas, o impasse resolveu-se na noite de segunda-feira, horas depois de a primeira-ministra britânica, Theresa May, ter avançado aos jornalistas que ainda havia questões "significativas" por resolver.

No Twitter, Tony Connelly, da irlandesa RTE, noticiou esta terça-feira à tarde que "os negociadores da União Europeia e do Reino Unido chegaram a acordo sobre um texto para evitar uma fronteira rígida na ilha da Irlanda, que fará parte do Acordo de Retirada" dos britânicos.

O mesmo jornalista cita "duas fontes bem colocadas" em Bruxelas a avançarem que o texto final foi "estabilizado" ontem à noite, por volta das 21h, "e depois transmitido a Downing Street", a residência oficial da primeira-ministra britânica. Uma das fontes adianta que o acordo "está o mais sólido que é possível".

Também no Twitter, o jornalista do "The Sun" Tom Newton Dunn informou que os ministros do Governo de May estão a ser chamados ao número 10 de Downing Street "um a um esta noite antes de uma reunião com todo o gabinete amanhã para aprovar o acordo de divórcio".

"A jogada final está a começar", acrescenta o repórter.

Citando uma "fonte sénior da UE", Adam Payne, do "Business Insider", confirma que o texto final já está na secretária de May e que a chefe do Governo britânico vai discuti-lo com a sua equipa ministerial amanhã.

A correspondente do jornal "The Guardian" em Bruxelas, Jennifer Rankin, diz que, apesar do aparente avanço para a fase final do Brexit, as autoridades europeias estão cautelosas.

"O texto foi enviado para Londres, mas as autoridades da UE ainda não estão a chamar-lhe 'acordo'. Estão à espera do Governo para confirmarem que o acordo está fechado."

O mesmo jornal avança que o encontro de amanhã "vai dar início a um processo de ratificação que passa pela assinatura do acordo numa cimeira do Conselho Europeu -- mais provavelmente em novembro -- e pelos deputados britânicos numa 'votação final significativa' e muito antecipada que terá lugar em meados de dezembro".

No mesmo artigo, o "The Guardian" explica que "aqueles que querem um segundo referendo [sobre a saída da UE] deverão usar este momento para conquistar o apoio de uma maioria na Câmara dos Comuns".

De acordo com o "The Times", o acordo provisório tem mais de 500 páginas. Citada pela AFP, uma fonte do Governo britânico confirma que já há um "esboço de acordo".

Uma fonte do Governo britânico, identificada pelo "Financial Times" como pró-europeia, diz estar "otimista" quanto ao texto final da saída e quanto à reunião de amanhã para o debater.

A concretização deste acordo marca um momento significativo no processo do Brexit desde que uma maioria dos eleitores britânicos votou a favor da saída da UE em março de 2016.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.