A+ / A-

Bloco de Esquerda. "As nossas propostas passaram no crivo da responsabilidade"

09 nov, 2018 - 12:40

O líder parlamentar, Pedro Filipe Soares, falou à Renascença antes da convenção nacional do partido, marcada para o fim de semana.
A+ / A-

O Bloco de Esquerda reúne-se no fim de semana em Lisboa para discutir a moção "Um Bloco mais forte para mudar o país". É a convenção nacional do partido, que vai fazer o balanço destes três anos de apoio ao Governo e projetar 2019, ano de eleições.

“Aprendemos muito ao longo destes três anos, mas conseguimos mostrar que as nossas escolhas políticas concretas têm um resultado positivo na vida das pessoas e não o caos que muitos diziam”, afirma o líder parlamentar à Renascença.

Pedro Filipe Soares pega no “exemplo concreto” do aumento do salário mínimo nacional para dizer que foi “uma proposta que o Bloco de Esquerda conseguiu no acordo com o Partido Socialista e que a direita dizia que iria trazer o caos à economia”, mas que acabou por melhorar “a vida de centenas de milhares de pessoas, ajudou a economia a ficar melhor, criou mais emprego e ajudou as contas públicas”.

O bloquista conclui, por isso, que o partido está “mais forte, porque as nossas propostas mostram agora que passaram no crivo da credibilidade e da responsabilidade. São para levar a sério, porque são consequentes”.

A XI convenção nacional do Bloco de Esquerda realiza-se nos dias 10 e 11, em Lisboa.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.