A+ / A-
​Eleições intercalares nos EUA

“Bipartidarismo maravilhoso”. Trump desafia democratas para acordos e deixa avisos

07 nov, 2018 - 17:20

Presidente reage aos resultados eleitorais. Trump avisa que se, eventualmente, houver uma paragem dos serviços públicos devido a falta de entendimento sobre o Orçamento, a responsabilidade será dos democratas.
A+ / A-

O resultado das eleições intercalares norte-americanas “pode ser uma situação de bipartidarismo maravilhosa”, afirma o Presidente Donald Trump, que desafia a oposição democrata a alcançar consensos.

Em conferência de imprensa de balanço das eleições para o Senado, Câmara dos Representantes e governadores, Trump fez a sua leitura dos resultados e "cantou" vitória para o Partido Republicano, apesar do que disse ser a “hostilidade” da comunicação social e a desvantagem na angariação de fundos.

O Presidente desafiou os democratas, que passaram a controlar a Câmara dos Representantes, a apresentarem propostas para que seja possível alcançar entendimentos em matérias como saúde ou infraestruturas.

"Pode ser uma situação de bipartidarismo maravilhosa”, declarou. Donald Trump considera que "a América está em crescimento como nunca" e espera que seja possível "trabalhar em conjunto” com os democratas.

Trump passa a "batata quente" aos democratas: “Agora é mais fácil, os democratas vêm ter connosco com uma proposta e nós vamos negociar”.

O Presidente avisa que se, eventualmente, houver uma paragem dos serviços públicos, devido a falta de entendimento sobre o Orçamento, a responsabilidade será dos democratas, aproveitando para insistir na construção de um muro na fronteira com o México.

O líder norte-americano deixou um aviso à oposição para não insistir em investigações à sua Administração. "Eles podem jogar esse jogo, mas nós podemos jogá-lo melhor", afirmou.

Donald Trump avisa que pode acabar, a qualquer momento, com a investigação à alegada interferência russa nas eleições presidenciais de 2016. "Não houve conluio", reafirmou.

"Parámos a onda azul"

Na leitura dos resultados das intercalares, em que os republicanos perderam o controlo da Câmara dos Representantes e venceram o Senado, o Presidente norte-americano disse a "onda azul" foi parada, numa referência à cor do Partido Democrata.

“A história irá falar do bom trabalho que fizemos. Desde 1962 que não havia uma vitória destas para o Senado. Esta eleição marca a maior vitória no Senado”, declarou.

Em relação à Câmara dos Reprensentantes, Trump argumenta que Barack Obama perdeu mais congressistas nas eleições de 2010.

“Os candidatos que aceitaram as nossas propostas de baixa de impostos, imigração, segurança tiveram excelentes resultados. Os que se tentaram manter afastados tiveram maus resultados”, disse Donald Trump.

"O que defendo significa muito para a maioria das pessoas", garantiu Trump, posicionando para as eleições presidenciais de 2020.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.