A+ / A-
Benfica

Ministério Público pede mais tempo para investigar caso dos "e-mails"

07 nov, 2018 - 16:33

Complexidade do caso motivou o pedido do Departamento de Investigação Penal e Ação de Lisboa à juiza de instrução
A+ / A-

O Departamento de Investigação Penal e Ação de Lisboa (DIAP) pediu mais tempo à juiza de instrução para investigar o caso dos "e-mails", face à complexidade do mesmo.

Segundo avança o "Expresso", o Ministério Público terá fortes indícios de que o Benfica influenciou equipas adversárias para facilitar a obtenção de resultados positivos e considera que o caso "envolve atividade criminosa que se insere num esquema altamente organizado".

O Ministério Público terá assim pedido mais tempo devido à complexidade do caso, o elevado número de pessoas investigadas e que podem envolver penas pesadas. O inquérito conta já com um total de sete volumes e quatro apensos.

O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, e outros administradores da SAD portista foram notificados recentemente para prestar declaraçõs no âmbito do caso que arrancou devido à divulgação de "e-mails" do Benfica, revelados pelo diretor de comunicação do FC Porto, Francisco J. Marques, entretanto constituído arguido no caso.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Atento
    08 nov, 2018 Leça da Palmeira, Matosinhos 14:18
    O último parágrafo entalado nesta notícia para ver se disfarça a pouca vergonha do polvo SLB ... e ainda está no princípio ...
  • Americo
    07 nov, 2018 Leiria 18:24
    Por outras palavras ".....parece que afinal se passa alguma coisa........." Já são muitos processos. Onde há fumo há fogo, diz o ditado.
  • Azedo
    07 nov, 2018 cascais 17:08
    Por outras palavras......não têm nada