A+ / A-

"Youcat Bible Day": 2.400 adolescentes “invadem” baixa de Lisboa no sábado

07 nov, 2018 - 15:22 • Ângela Roque

Iniciativa "Youcat Bible Day" desafia os jovens a manifestarem publicamente a sua fé. Vai passar por 11 igrejas da zona mais antiga da cidade e inclui uma caminhada do Terreiro do Paço ao Rossio.
A+ / A-

O "Youcat Bible Day Lx’18"’ vai reunir, no sábado, jovens de várias paróquias da diocese de Lisboa. Já estão inscritos 2.400 participantes.

“Todos os adolescentes com idades entre os 13 e os 16 anos, que frequentam a catequese dos 7.º ao 10.º anos nas nossas paróquias, foram convidados a participar neste grande evento que é o Youcat Day. Queremos ajudá-los a ter uma relação viva com a fé cristã”, explica à Renascença o responsável pelo setor da catequese do Patriarcado, padre Tiago Neto.

Este é já o segundo encontro do género que realizam ”motivados pelo desejo dos Papas que já publicaram manuais ligados ao YOUCAT”, Bento XVI e Francisco. Em Portugal, foram publicados pela Paulus Editora, que é, por isso, parceira na iniciativa.

“Há dois anos trabalhámos o DOCAT, sobre a doutrina social da Igreja. Este an,o vamos trabalhar a Bíblia YOUCAT, que, no fundo, é um texto com passagens bíblicas selecionadas, para os jovens poderem ter o fio condutor da história da salvação”, explica Tiago Neto.

O início das atividades está marcado para as 9h00 de sábado, 10 de novembro, com os jovens a serem divididos por 11 igrejas da baixa de Lisboa: Sé, S. João da Praça, Madalena, Conceição Velha, Vitória, Sacramento, Encarnação, Mártires, S. Domingos S. José dos Carpinteiros e Anjos.

Em cada igreja, os vários grupos “vão ter um primeiro momento de catequese sobre um tema bíblico relacionado com a sua própria experiência de vida, que terá também a ver com alguns temas que estiveram no documento preparatório do Sínodo sobre os jovens”, que decorreu em Outubro no Vaticano.

“Vamos procurar aliar aquilo que são problemáticas da vida de hoje dos adolescentes, a relação com os outros, os ambientes onde estas novas gerações vivem, digitais e outros, com aquilo que é a resposta que a Bíblia dá para essas problemáticas humanas”, conta Tiago Neto.

A seguir a essa catequese de “cerca de hora e meia, duas horas”, e que incluirá “alguma animação em diversas igrejas da baixa de Lisboa”, os jovens “vão receber um kit de missão, para cada um desenvolver uma missão de rua, onde falará sobre Jesus, a fé e Bíblia”, interagindo com quem se cruzarem. Uma presença que não será propriamente discreta. “A ideia é que eles deem cor à cidade, porque vão ter uma tshirt vermelha, que é a cor da bíblia Youcat”, revela o responsável.

A missão terminará “com uma pista, para descobrirem uma figura bíblica que estará no Terreiro do Paço”. Esse será o ponto de encontro para todos os grupos que estiveram espalhados pelas várias igrejas, e que depois farão uma caminhada até à Igreja de S. Domingos, ao Rossio, onde o bispo auxiliar de Lisboa, D. Nuno Brás, irá celebrar a missa de encerramento da atividade.

“Será um momento de festa, de encontro e de missão”, diz o padre Tiago Neto, que acredita que esta será “uma experiência forte” para os jovens que participarem. Para o responsável pela catequese do Patriarcado, é muito importante que os jovens descubram a importância de assumirem a sua fé publicamente. “É fundamental, porque no fundo estamos em idades onde a personalidade se define, os jovens estão à procura da sua própria identidade, e esta é uma oportunidade de testemunharem a sua fé. E a sua presença na cidade também a tornará mais humanizada, mais bela e feliz”, conclui.

O Youcat Bible Day Lx’18 é promovido pelo setor da catequese do Patriarcado de Lisboa, em parceria com a Paulus Editora e com o apoio da junta de freguesia de Santa Maria Maior.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.