A+ / A-

Blair na Web Summit. "Brexit ainda pode ser reversível"

07 nov, 2018 - 13:48 • Cristina Nascimento

Antigo primeiro-ministro britânico esteve no Palco Central, onde falou sobre as eleições intercalares dos Estados Unidos. “Não foi a enorme onda de mudança que os democratas esperavam”.
A+ / A-

O ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair acredita que o Brexit ainda pode ser revertido. “Sou 100% contra o Brexit”, afirmou sem hesitações, recebendo um forte aplauso da plateia.

“Farei tudo o que puder para evitá-lo e sim, acredito que o Brexit ainda pode ser reversível”, considerou, acrescentando que uma saída, a concretizar-se, “enfraquece o Reino Unido e enfraquece a Europa”.

Para o antigo primeiro-ministro, deve ser feito um segundo referendo sobre o assunto. “O acordo que Theresa May está a tentar fechar pretende contornar o Brexit, mas não há modo de o contornar”, reforça.

Eleições nos EUA

O primeiro tema sobre o qual Tony Blair falou foi as eleições intercalares nos Estados Unidos, nas quais o Partido Democrata conseguiu garantir a maioria na Câmara dos Representantes.

Tony Blair considera que vai haver algumas diferenças a partir de agora, mas que esta “não foi a enorme mudança que os democratas esperavam”.

O britânico considera que estas eleições foram uma “espécie de referendo a Trump” e que, ao olhar para os resultados, a leitura é que os “Estados Unidos ainda são um país dividido”.

“Uma das coisas que está a acontecer é que a América está a pacificar-se com esta Presidência e há uma diferença entre o ‘staff’ que está à volta do Presidente e o Twitter de Donald Trump”, afirmou.

Tony Blair esteve no Palco Central da Web Summit esta quarta-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.