A+ / A-

"A boa política está ao serviço da paz" é o tema para Dia Mundial da Paz

06 nov, 2018 - 12:30 • Agência Ecclesia

“A responsabilidade política pertence a cada cidadão” e "não há paz sem confiança recíproca” são dois sublinhados da mensagem do Papa Francisco para a celebração de 1 de janeiro.
A+ / A-

A Santa Sé revelou, esta terça-feira, que o tema para o Dia Mundial da Paz, que se assinala a 1 de janeiro. é “A boa política está ao serviço da paz”.

Numa nota divulgada pela Sala de Imprensa, a Santa Sé afirma que “a responsabilidade política pertence a cada cidadão”, nomeadamente “quem recebeu o mandato de proteger e governar”, salvaguarda o direito e incentiva “ao diálogo entre os atores da sociedade, entre gerações e culturas”.

“Não há paz sem confiança recíproca”, acrescenta o comentário ao tema da Mensagem do Papa para o Dia Mundial da Paz.

O comunicado da Sala de Imprensa refere que a confiança tem como primeira condição o respeito pela palavra dada” e o compromisso político “traz a preocupação pelo futuro da vida e do planeta, dos mais jovens e das crianças, na sua ânsia de realização”.

“Quando o homem é respeitado nos seus direitos, nasce nele o dever de respeitar os direitos dos outros”, afirma o comunicado

“Os direitos e os deveres do homem aumentam a consciência de pertencer a uma mesma comunidade, com os outros e com Deus. Somos, portanto, chamados a defender e a anunciar a paz como uma boa notícia de um futuro onde cada pessoa seja considerada na sua dignidade e nos seus direitos”, conclui.

O 52.º Dia Mundial da Paz é celebrado no dia 1 de janeiro de 2019.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.