A+ / A-

Combate às “fake news”. "Temos de ensinar as crianças a pensar e não sobre o que pensar"

06 nov, 2018 - 12:51 • Cristina Nascimento

Primeira-ministra da Sérvia reconhece que as notícias falsas começam a ser um problema no país. “Demoramos mais tempo a concentrar-nos nas informações corretas do que no nosso trabalho”.
A+ / A-

A primeira-ministra da Sérvia, Ana Brnabic, acredita que o combate às notícias falsas passa por investir na educação dos mais novos.

“Temos de ensinar as crianças como pensar e não no que pensar”, defendeu a governante no Palco Central da Web Summit, esta terça-feira, num debate que teve também como participantes Mitchell Baker, da Mozilla, e David Pemsel, do grupo do jornal “The Guardian”.

“Vivemos num mundo de ‘fake news’ e de factos alternativos, com os quais temos de lidar. Tenho de dizer que é uma tendência global e contemporânea, mas não é uma coisa nova, é antiga”, alertou Brnabic.

A primeira-ministra sérvia lembrou depois uma das citações mais famosas do antigo primeiro-ministro britânico Winston Churchill: “Uma mentira chega a meio mundo antes de a verdade ter oportunidade de vestir as calças.”

Ana Brnabic disse ainda que o problema das “fake news” começa a ser real no seu país e que acaba por perturbar o trabalho dos governantes.

“Demoramos mais tempo a concentrar-nos nas informações corretas do que no nosso trabalho”, admitiu.

David Pemsel, do “The Guardian”, reconhece que o problema é antigo, mas sublinha que, atualmente, o fenómeno atinge outras proporções.

“No tempo de Churchill não havia plataformas que reuniam milhões de pessoas”, exemplifica.

Pemsel acredita que a solução para o problema terá de passar pela tecnologia. “Não acredito que seja assim tão difícil encontrar uma solução técnica que determine o que está certo e o que está errado”, acrescentou.

Mitchell Baker, do browser Mozzila, não acredita que se consiga parar com este fenómeno que sempre existiu, afirma. “Não vamos conseguir consertar a Humanidade através de plataformas tecnológicas”, defendeu.

Ana Brnabic, David Pemsel e Mitchell Baker foram os participantes do painel “É possível travar o crescimento das ‘fake news’?”, que esteve no Palco Central da Web Summit esta manhã.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.