A+ / A-

Guterres na ​Web Summit. Mundo deve banir “máquinas com poder para matar pessoas”

05 nov, 2018 - 22:49 • Cristina Nascimento

Na abertura da Web Summit, o secretário-geral das Nações Unidas demonstrou também preocupações sobre o impacto social que “a quarta revolução industrial vai ter”. “Não estamos preparados para isso”, afirmou.
A+ / A-

Veja também:


O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, quer ver banidas as máquinas que têm poder para matar pessoas. Foi uma das ideias deixadas no discurso que fez na sessão de abertura da Web Summit.

“Máquinas que têm o poder e a capacidade de escolher para matar pessoas são politicamente inaceitáveis, moralmente repugnantes e devem ser banidas pelas leis internacionais”, disse firmemente, seguido de um forte aplauso por parte dos milhares de pessoas que encheram as bancadas do Altice Arena, em Lisboa.

Guterres reconhece os benefícios que o desenvolvimento da tecnologia trouxe à sociedade e deixou claro que não foi a internet “que criou o populismo e a polarização do mundo”, mas, acrescenta, “está a ampliar esses movimentos”.

O secretário-geral das Nações Unidas, que foi recebido – a pedido de Paddy Cosgrave – por um manto de luz produzido pelas luzes dos telemóveis, mostrou-se ainda preocupado com o “impacto social que a quarta revolução industrial vai ter”.

“Vamos ver muitos trabalhos criados e muitos trabalhos antigos destruídos. É difícil saber qual será mais afetado. Mas esses trabalhos vão ser diferentes. E vamos enfrentar desemprego em larga escala, vamos enfrentar conflitos nas sociedades, com impacto na coesão dessas sociedades”, preconizou António Guterres.

“Não estamos preparados para isso e não nos estamos a preparar suficientemente rápido para isso”, afirmou o antigo primeiro-ministro português.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • fanã
    06 nov, 2018 aveiro 18:00
    Um dos Dez Mandamentos o "décimo terceiro" , manda não matar (não matarás !)..................................e portanto, a festa continua . Somos o que Somos e nada mais de aquilo que Somos , uns poderosos PREDADORES !!!!!!
  • 05 nov, 2018 23:00
    o mundo deve banir as maquinas! mas vens ca todos os anos meter o nariz!