A+ / A-
Sporting

Peseiro e os lenços brancos. "Quem quiser apoia, quem não quiser está no seu direito"

31 out, 2018 - 23:30

O treinador do Sporting responde à contestação dos adeptos, após a derrota diante do Estoril, por 2-1. Peseiro continua a acreditar na qualificação para a "final four" da Taça da Liga.
A+ / A-

A derrota do Sporting frente ao Estoril, em casa, por 2-1, foi premiada com lenços brancos dos adeptos. José Peseiro não gostou de os ver e não deixou de responder aos adeptos que deixaram de apoiar a equipa.

"Contamos connosco e estamos na luta a contar connosco. Quem quiser apoia, quem não quiser está no seu direito. Contamos com esta equipa, os jogadores fizeram o melhor que puderam. Podem fazer melhor, noutro contexto. Nós estamos unidos, estamos a dar tudo pelo Sporting. Espero que as pessoas percebam isso e possam apoiar", frisou o técnico leonino, no final do jogo, em declarações à Sport TV.

José Peseiro acredita que o Sporting não merecia ter perdido diante do Estoril, no jogo da segunda jornada do grupo D da Taça da Liga. Os leões precisam de ganhar na última jornada, no terreno do Feirense, para chegarem à "final four", e mesmo isso poderá não ser suficiente. Peseiro está, ainda assim, confiante.

"Jogo que estava controlado. É preciso dizer que não jogámos mal. Tínhamos de fazer gestão, a jogar quinta-feira, domingo e hoje. A equipa tinha tudo controlado, não merecia este resultado. Dominámos, criámos mais situações de golo. Faltou-nos frescura no final do jogo. Foi uma exibição boa. Resultado injusto, mas temos de aceitar. Isto ainda não acabou. Podemos qualificar-nos para a 'final four'", afiançou o treinador.

Peseiro apostou em vários jogadores com poucos minutos de jogo, esta época. O treinador admitiu que "alguns jogadores que não têm jogado normalmente são capazes de acusar o esforço". "Mesmo com esta gestão merecíamos outro resultado", assinalou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.