A+ / A-

Metro de Lisboa volta a parar a 6 de novembro, primeiro dia da Web Summit

18 out, 2018 - 12:30

Vai ser uma nova greve parcial a realizar da parte da manhã. Esta quinta-feira, as portas do metro só abriram às 9h30.
A+ / A-

Os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa marcaram uma nova greve parcial para 6 de novembro, a realizar entre as 6h00 e as 9h30, anunciou o sindicado esta quinta-feira

A paralisação será feita “nos mesmos moldes” da que decorreu nesta quinta-feira, anunciou Anabela Carvalheira, da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações (FECTRANS), à agência Lusa.

Os trabalhadores pretendem, assim, reivindicar melhorias salariais. No dia 6 de novembro começa também, em Lisboa, a Web Summit – evento que deverá trazer centenas de pessoas à capital.

Esta quinta-feira, os trabalhadores do Metropolitano de Lisboa cumpriram uma greve parcial entre as 6h00 e as 9h30, justificando a paralisação com a discordância com a proposta de atualização salarial plurianual de 24,50 euros para os anos de 2018 e 2019, apresentada aos representantes sindicais na quarta-feira pelo conselho de administração da empresa.

A sindicalista Anabela Carvalheira fez um "balanço muito positivo" desta paralisação, com os trabalhadores da área "operacional e da manutenção a aderirem massivamente à luta".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.