A+ / A-

D. Daniel Henriques é o novo Bispo auxiliar de Lisboa

13 out, 2018 - 11:00

O novo bispo nasceu em 1966 e foi ordenado em 1990. A ordenação episcopal está marcada para o dia 25 de novembro, no Mosteiro dos Jerónimos.
A+ / A-
D. Daniel Batalha Henriques é o novo bispo auxiliar de Lisboa
D. Daniel Batalha Henriques é o novo bispo auxiliar de Lisboa

D. Daniel Batalha Henriques é o novo Bispo auxiliar de Lisboa. A nomeação do Papa Francisco foi divulgada este sábado em Roma.

Numa mensagem gravada aos diocesanos, D. Daniel Batalha Henriques deixa uma saudação “muito fraterna". O novo bispo fala também em "alegria" e "paz", que são testemunho de serviço a Deus e à Igreja.

Nascido em 1966 e ordenado sacerdote em 1990, D. Daniel Batalha Henriques lembra que esta é a sua diocese. “A diocese que muito amo, aqui cresci, cresci para a Fé, aqui encontrei os sinais vocacionais, fui acompanhado pelos sacerdotes desta diocese, servi-a como padre da equipa formadora do seminário de Almada, como pároco, com os colegas da vigararia, com este povo de Deus. Acho que é uma graça e um privilégio que, sendo Bispo, o seja neste contexto”.

D. Daniel Batalha Henriques elenca as prioridades que tem pela frente na diocese: “A nossa diocese encontra-se em plena aplicação prática, pastoral, do nosso Sínodo diocesano, em pleno ano missionário”.

“São desafios muito grandes que Deus faz à igreja de Lisboa e que eu quero abraçar no meu ministério e ajudar nas missões que a igreja me for confiando pelo senhor Patriarca”, acrescenta.

A ordenação episcopal está marcada para o dia 25 de novembro - dia em que a Igreja celebra a solenidade de Cristo Rei - no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.

Quem também já reagiu à nomeação de D. Daniel Batalha Henriques foi o Cardeal Patriarca. D. Manuel Clemente lembra a “junção de dedicação e espiritualidade, bem como de sensibilidade missionária, que mais lhe granjeia a consideração e a estima do Presbitérío diocesano, assim como dos muitos fiéis que sucessivamente tem servido”.

O Cardeal agradece “ao Papa Francisco a nomeação que acaba de ser noticiada, preenchendo o lugar que D. José Traquina deixou vago há um ano, com a nomeação para Santarém”.

“D. Daniel soma-se aos vários membros do Presbitério de Lisboa que na última década têm sido chamados ao Episcopado, em benefício de várias Dioceses. Graças a Deus que assim foi e deste modo continua a ser”, acrescentou.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.