A+ / A-

Demissão do ministro da Defesa. Rio diz que faltou "sentido de Estado" a Costa

12 out, 2018 - 19:14

Líder do PSD considera que demissão “peca por tardia, obviamente, porque as Forças Armadas foram sujeitas a um debate público negativo durante demasiado tempo”.
A+ / A-

O líder do PSD considera que faltou "sentido de Estado" ao primeiro-ministro. Rui Rio reagia à demissão do ministro da Defesa, Azeredo Lopes, anunciada esta sexta-feira.

“Azeredo Lopes teve sentido de Estado mais cedo do que o primeiro-ministro. O apoio forte do primeiro-ministro mantinha-se hoje se, houve sentido de Estado tem que ser atribuído a Azeredo Lopes”, afirma Rui Rio.

Numa declaração aos jornalistas, o presidente social-democrata considera que "mais vale tarde do que nunca", mas a demissão do ministro da Defesa já "veio tarde".

“Peca por tardia, obviamente, porque as Forças Armadas foram sujeitas a este debate público negativo durante demasiado tempo”, declarou Rui Rio.

O líder do PSD afirma que, agora, a responsabilidade é da justiça para apurar o que, afinal, aconteceu no caso do furto e aparecimento de armas de Tancos.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.