A+ / A-

Marcelo condecora Universidade Católica

11 out, 2018 - 19:57

Chefe de Estado lembra “notável sentido de missão comunitária” no encerramento dos 50 anos da instituição.
A+ / A-

O Presidente da República condecorou a Universidade Católica Portuguesa (UCP) com o título de membro honorário da Ordem da Instrução Pública por "cinco décadas de devotado serviço à educação e à cultura".

A condecoração aconteceu no encerramento de um ciclo de conferências que assinalou os 50 anos da UCP, nas instalações desta instituição, em Lisboa.

Na presença da reitora, Isabel Capeloa Gil, e do chanceler desta universidade e Cardeal Patriarca de Lisboa, D. Manuel Clemente, o Chefe de Estado declarou: "Excelências, nunca é tarde para cumprir um dever de consciência. No caso, um dever de consciência nacional".

"Este é, pois, o momento de reconhecer formalmente o contributo da Universidade Católica Portuguesa a Portugal, que o mesmo é dizer aos portugueses: cinco décadas de devotado serviço à educação e à cultura, de notável sentido de missão comunitária, de porfiada preocupação de bem comum", acrescentou.

Marcelo Rebelo de Sousa enalteceu o "mérito de chanceleres, de reitores, de dirigentes, de professores, de funcionários, de pais, de alunos, de benfeitores, de amigos" e "de toda a Igreja Católica", que considerou ser um "elemento integrador da identidade nacional".

"Eis porque importa assinalar essas cinco décadas através da atribuição do título de membro honorário da Ordem da Instrução Pública, em nome de Portugal", defendeu.

A Ordem da Instrução Pública destina-se a "galardoar altos serviços prestados à causa da educação e do ensino".

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.