A+ / A-

​Tribunal de Contas recusa visto de investimento de 15 milhões na rede SIRESP

10 out, 2018 - 16:42

Alterações do contrato que o Governo tem com a empresa que gere o sistema de comunicações SIRESP sem luz verde.
A+ / A-

O Tribunal de Contas recusou o visto às alterações do contrato que o Governo tem com a empresa que gere o sistema de comunicações SIRESP e que previa um investimento de 15,65 milhões de euros.

O Tribunal de Contas divulgou esta quarta-feira na sua página da internet o acórdão relativo a um aditamento ao contrato entre o Governo e a gestora do Sistema Integrado de Redes de Emergência e Segurança de Portugal (SIRESP), aprovado em conselho de ministros a 05 de abril, e que tem como objetivo melhorar a rede.

Esta alteração ao contrato foi feita após as lacunas detetadas no funcionamento do SIRESP durante os incêndios de 2017 e previa o gasto de 15,65 milhões de euros entre os anos de 2018 a 2021.

Tópicos
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • 10 out, 2018 17:08
    Essa escola devia ser encerrada a cadeado! E o ministro da educacao devia prestar contas aos pais das criancas! Ratinho do cara...