A+ / A-
Borussia Monchengladbach

Max Eberl: "Diogo Leite usou-nos para conseguir um contrato melhor"

09 out, 2018 - 13:05

Diretor desportivo do Borussia Monchengladbach admite que o clube estava disposto a bater a cláusula de rescisão do central.
A+ / A-

O diretor desportivo do Borussia Monchengladbach, Max Eberl, admitiu que o clube alemão esteve interessado na contratação de Diogo Leite, mas que o jogador apenas o utilizou para conseguir um contrato melhor no FC Porto.

Em entrevista à revista "Kicker", o dirigente alemão confirmou que o defesa português de 19 anos era o principal alvo para subsituir Jannik Vestergaard, que saiu para o Southampton:

"Quando pensámos num central no início da temporada, pensámos que o Diogo Leite seria a nossa solução. Falámos com ele, com o agente e com o pai, e estavamos prontos para bater a cláusula de transferência", que na altura era de 15 milhões de euros e seria a transferência mais cara da história do Monchengladbach.

Depois da transferência falhar, Eberl diz que Diogo Leite "nunca considerou seriamente uma mudança". "Senti que fomos só um brinquedo para ele. Usou-nos para conseguir um contrato melhor no FC Porto", completa.

Diogo Leite foi eleito o melhor defesa da I Liga no mês de agosto e foi, entretanto, relegado à condição de suplente, perdendo o lugar para o brasileiro Éder Militão. O central alinhou nas últimas duas partidas pela equipa B dos dragões.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.