A+ / A-

Fórmula 1. Bottas sai na frente na Rússia

29 set, 2018 - 16:48

Os Mercedes dominaram a qualificação e partem à frente dos dois Ferrari.
A+ / A-

O finlandês Valtteri Bottas conquistou a 'pole position' para o Grande Prémio da Rússia de Fórmula 1, 16.ª prova do Mundial, ao bater o seu companheiro de equipa na Mercedes, o britânico Lewis Hamilton, por 0,145 segundos.

O finlandês, quarto da classificação de pilotos, nunca foi batido por um companheiro de equipa nas cinco edições em que a prova se realiza no circuito de Sochi e manteve a tradição.

Bottas começou por deixar Lewis Hamilton a apenas 0,004 segundos mas conseguiu uma derradeira volta ainda mais consistente, cimentando o primeiro lugar na tabela de tempos, naquela que vai ser a sua a segunda 'pole' da temporada.

O traçado russo é um dos mais rápidos do campeonato, com a reta da meta de um quilómetro, e isso tem favorecido a equipa germânica, que venceu sempre na Rússia. Os dois Ferrari ficaram a mais de meio segundo.

O alemão Sebastian Vettel desta vez bateu o seu colega, o finlandês Kimi Raikkonen, mas já a 0,556 segundos de Bottas.

Segundo o diretor da Mercedes, Toto Wolff, este resultado torna mais difícil o planeamento da estratégia de corrida.

"Será mais difícil impor ordens de equipa", assumiu Wolff, numa opinião corroborada por Bottas, que referiu que, "partindo da pole, não pode haver outro objetivo" a não ser vencer a corrida.

Já Vettel mostrou-se desagradado com o facto de os responsáveis do circuito russo terem asfaltado apenas parte da reta da meta.

"Isso faz com que apenas os carros das três primeiras filas da grelha estejam colocados em asfalto novo. Deveria ter sido feito em toda a extensão da reta", comentou o alemão, segundo na classificação de pilotos, a 40 pontos de Hamilton.

Para o final da grelha foram relegados os dois Red Bull e os dois Toro Rosso, por alteração da unidade de potência dos seus carros. Mas, na primeira fase da qualificação, tanto Max Verstappen como Daniel Ricciardo mostraram mais rapidez nos seus Red Bull do que os dois Ferrari.

O Grande Prémio da Rússia é a 16.ª prova da temporada e está marcada para domingo, às 14h10 locais (12h10 em Lisboa).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.