A+ / A-
Lucas Souza

O segredo para o Tondela ganhar no Dragão é acreditar

28 set, 2018 - 12:45

Lucas Souza foi titular na última vez que isso aconteceu, em 2016, e dá a receita para voltar a concretizar-se, esta sexta-feira.
A+ / A-

O segredo para o Tondela ganhar no Dragão é acreditar, diz Lucas Souza, que esteve em campo na última vez que os beirões conseguiram tal feito. Foi em Abril de 2016 e por 1-0, golo de Luís Alberto.

Na altura, jogou os 90 minutos o médio brasileiro que, em entrevista a Bola Branca, vai ao baú das recordações recuperar a "sensação muito boa, muito maravilhosa" de derrotar o FC Porto, no Dragão.

"Lembro-me que quando chegámos ali para jogar contra o Porto estávamos num momento difícil e nem podíamos sequer empatar. Acreditámos, porque era o mister Petit, e acreditámos que poderíamos ir ali fazer um bom jogo. Acreditámos que tínhamos a capacidade de ir fazer um bom jogo e foi essa vitória que nos deu força. Foi ali que tudo começou para que fizéssemos uma arrancada para a manutenção. Lembro aquela vitória como o arranque para aquela manutenção milagrosa que fizemos naquela época", recorda Lucas Souza.

O Tondela visita o Dragão esta sexta-feira. O segredo para surpreender o FC Porto passa por ter muita confiança assim que começar o jogo

"O segredo para vencer no Dragão é os jogadores acreditarem. Há lá jogadores agora que estavam no ano em que nós ganhámos lá. O segredo é acreditar, é sair de Tondela e ir até ao Porto sabendo que podemos vencer. Se entramos em campo à espera do que vai acontecer no decorrer da partida, já saímos de Tondela com 1-0 para o Porto. A mentalidade do treinador para o jogador é essa, que podemos e que vamos ali para fazer um grande jogo. É esse o segredo para o Tondela fazer um bom jogo e sair de lá com a vitória", atesta o médio.

Uma grande equipa com pontos fracos

Lucas Souza está a jogar no Chipre, no campeão APOEL, mas continua a acompanhar o campeonato português. O FC Porto é o atual campeão, é uma equipa de Liga dos Campeões e "tem como ponto forte o ataque muito rápido", além de ser "uma equipa compacta". Mas há fraquezas:

"O Porto ataca com muitos jogadores e se o Tondela conseguir segurar o jogo até certo minuto e conseguir encaixar nas transições, vai criar muitos problemas. Creio que o Tondela vai lá fazer um bom jogo e, se acertar os contra-ataques, pode causar grandes problemas para o Porto".

Do FC Porto, "um clube grande" e que tem "grandes jogadores", Lucas Souza destaca dois como aqueles que mais desequilibram:

"Há dois jogadores que, quando as coisas estão difíceis, desequilibram. O Marega, com velocidade e força, e o Brahimi que é um grande jogador no um-para-um. Num lance abre uma defesa, num lance faz um passe e acerta um remate. Esses dois jogadores são muito importantes e a qualquer momento do jogo podem desequilibrar e ganhar a partida".

O Porto-Tondela joga-se esta sexta-feira, às 20h30, no Estádio do Dragão. Terá relato na Renascença e acompanhamento, ao minuto, em rr.sapo.pt.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.