A+ / A-
FIFA

Liderança do "ranking" partilhada pela primeira vez. Portugal mantém sétimo lugar

20 set, 2018 - 10:10

A atualização do "ranking" FIFA desta quinta-feira mostra que Portugal conserva posição no "top-10" das seleções nacionais. A Bélgica ascende ao primeiro lugar em situação nunca vista.
A+ / A-

Portugal continua na sétima posição do "ranking" FIFA de seleções, que foi atualizado esta quinta-feira. A grande novidade é a inédita partilha da liderança: a Bélgica ascende ao primeiro lugar, ao lado da França.

A seleção nacional tinha descido para sétima a 16 de agosto, posto que segura. Para isso, foram decisivos o empate (1-1) com a Croácia, em particular, e a vitória (1-0) sobre a Itália, na estreia na Liga das Nações.

A Bélgica, que goleou a Escócia (4-0) em amigável e a Finlândia (3-0) na Liga das Nações, amealhou pontos suficientes para escalar o degrau que lhe faltava para arrecadar o primeiro lugar - em agosto, tinha subido ao segundo posto. A França, campeã mundial, partilha agora o trono, depois de ter empatado (0-0) com a Alemanha e ter batido (2-1) a Holanda.

O Brasil continua no último lugar do pódio, a Croácia em quarto (apesar do empate com Portugal e dos 6-0 sofridos diante da Espanha), o Uruguai em quinto e a Inglaterra em sexto. A Suíça surge em oitavo lugar e a Espanha em nono. A Dinamarca, que estava empatada com os espanhóis na nona posição, fecha agora o "top-10" de seleções.

[notícia corrigida às 10h54 - liderança é partilhada]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.