A+ / A-
Sub-21

Portugal vence no País de Gales e mantém esperança no apuramento para o Europeu

11 set, 2018 - 19:48

A seleção nacional de sub-21 não falhou quando mais tinha de ganhar. André Horta e João Félix fizeram os golos do 2-0 que aproxima Portugal de Roménia e Bósnia, que lideram o grupo.
A+ / A-

A seleção nacional de sub-21 foi ao País de Gales bater a congénere local, por 2-0, esta terça-feira. Os comandados de Rui Jorge continuam, assim, a sonhar com o apuramento para o Europeu de 2019.

O selecionador nacional fez três alterações no onze, relativamente à equipa que perdera com a Roménia, e a aposta foi ganha. Foi precisamente um dos jogadores presenteados com a titularidade, o "norte-americano" André Horta, a abrir o marcador, aos 35 minutos, com um golo de fazer levantar o estádio. O médio do Los Angeles FC disparou do meio da rua, imparável, e a bola entrou direitinha no ângulo.

O jogo esteve sempre muito dividido, algo que se acentuou com a expulsão de Yuri Ribeiro, por acumulação de amarelos, aos 59 minutos. Porém, Portugal não se acanhou e continuou a criar perigo. Obteve prémio aos 73 minutos, quando Gil Dias tocou atrasado para a entrada de João Félix e o "10" atirou cruzado para o golo da tranquilidade.

Portugal continua no terceiro lugar, com 16 pontos, mas aproxima-se da Bósnia e Herzegovina, que é segunda, com 18 pontos e mais um jogo. Os bósnios perderam diante da Roménia, por 2-0. Os romenos passam a liderar o grupo, com 18 pontos, e têm mais dois jogos por disputar, tal como Portugal. Só o primeiro classificado do grupo terá apuramento direto. Os quatro melhores segundos disputarão um "play off".

A equipa das "quinas" visita o Liechtenstein a 11 de outubro, quinta-feira, e recebe a Bósnia cinco dias depois, a 16 de outubro, segunda-feira.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.