A+ / A-
Moto2

Miguel Oliveira vence na Rep. Checa. “Cheguei a pensar que não conseguia"

05 ago, 2018 - 13:35 • Pedro Roriz

O motociclista português ascende assim ao comando do “Mundial”.
A+ / A-

O português Miguel Oliveira (KTM) venceu a corrida de Moto2, no traçado checo de Brno, e ascendeu ao comando do campeonato, com dois pontos de vantagem sobre o Francesco Bagnaia (Kalex).

É a segunda vitória do ano de Miguel Oliveira, após uma corrida em que teve no italiano Luca Marini (Kalex) um adversário fortíssimo, com a última volta entre os dois a ser notável, já que trocaram mais de uma vez de posição, com o português a levar a melhor na última curva.

“Foi uma corrida muito dura e cheguei a pensar que não conseguia vencer porque, quando estava na frente, estava sempre à espera que me atacassem, por qualquer lado”, afirmou o motociclista no final da prova.

“Cheguei a sentir-me ‘ensaduichado’ entre os italianos como numa pizza”, acrescentou.

Intenso foi, também, o duelo pelo derradeiro lugar do pódio, entre os italianos Francesco Bagnaia (Kalex) e Lorenzo Baldassarri (Kalex), com o primeiro a levar a melhor na derradeira volta, quando o seu adversário sentiu a traseira da moto “escorregar” no momento em que tentava segurar a posição.

A corrida foi dominada, desde os primeiros metros pelo quarteto que ocupou as quatro primeiras posições, sendo de assinalar que Lorenzo Baldassarri fez uma notável recuperação que o levou do 10.º lugar da grelha ao comando, para terminar em quarto, por ter desgastado em demasia o pneu traseiro.

De assinalar que, no domingo, Miguel Oliveira “corre em casa”, por a corrida ter lugar na Áustria, país da KTM.

Em Moto3, o italiano Fabio Di Giannantonio (Honda), que, em Paul Ricard, perdeu a vitória, em consequência de uma penalização, por ter ultrapassado os limites da pista, “vingou-se” em Brno e ganhou pela primeira vez uma corrida do “Mundial”.

O italiano impôs-se em cima da meta aos seus mais diretos perseguidores, com o espanhol Aron Canet (Honda) e o checo Jakub Kornfeil (KTM) a completarem o pódio, no final de uma corrida em que os seis primeiros terminaram separados por menos de um segundo.

Sexto, no final da corrida, o italiano Marco Bezzechi (KTM) assumiu o comando do campeonato, com três pontos de avanço sobre o espanhol Jorge Martin, “atirado” para um hospital em Barcelona, onde foi operado ao rádio esquerdo, em consequência de uma violenta queda ocorrido no treino livre de sexta-feira.

Classificações

Corridas

Moto2

1.º, Miguel Oliveira (KTM), 19 voltas (102,657 km), em 39’22,324” (156,4 km/h)

2.º, Luca Marini (Kalex), a 0,070”

3.º, Francesco Bagnaia (Kalex), a 0,525”

4.º, Lorenzo Baldassarri (Kalex), a 0,745”

5.º, Xavi Vierge (Kalex), a 3,362”

6.º, Brad Binder (KTM), a 3,643”

7.º, Marcel Schrotter (Kalex), a 3,694”

8.º, Jorge Navarro (Kalex), a 3,728”

9.º, Sam Lowes (KTM), a 4,038”

10.º, Mattia Pasini (Kalex), a 5,030”

Classificaram-se mais 14 pilotos.

Moto3

1.º, Fabio Di Giannantonio (Honda), 18 voltas (97,254 km), em 39’09,124” (149,0 km/h)

2.º, Aron Canet (Honda), a 0,112”

3.º, Jakub Kornfeil (KTM), a 0,339”

4.º, Enea Bastianini (Honda), a 0,560”

5.º, Gabriel Rodrigo (KTM), a 0,771”

6.º, Marco Bezzecchi (KTM), a 0,896”

7.º, Marcos Ramirez (KTM), a 1,030”

8.º, Philiipp Oetil (KTM), a 1,097”

9.º, Alberto Arenas (KTM), a 2,034”

10.º, Lorenzo Dalla Porta (Honda), a 2,056”

Classificaram-se mais 14 pilotos

Campeonatos

Pilotos

Moto2

1.º, Miguel Oliveira, 166 pontos

2.º, Francesco Bagnaia, 162

3.º, Alex Marquez, 113

4.º, Lorenzo Baldassarri, 106

5.º, Brad Binder, 101

6.º, Joan Mir, 95

7.º, Xavi Vierge, 90

8.º, Marcel Schortter, 82

9.º, Fabio Quartararo, 77

10.º, Mattia Pasini, 69

Estão mais 18 pilotos.

Moto3

1.º, Marco Bezzecchi, 133 pontos

2.º, Jorge Martin, 130

3.º, Fabio Di Giannantonio, 116

4.º, Aron Canet, 112

5.º, Enea Bastianini, 97

6.º, Jakub Kornfeil, 77

7.º, Gabriel Rodrigo, 76

8.º Marcos Ramirez, 66

9.º, Andrea Migno, 60

10.º, Philpp Oetil, 52

Estão classificados mais 21 pilotos

Construtores

Moto2

1.º, Kalex, 226 pontos

2.º, KTM, 178

3.º, Speed Up, 81

4.º, Tech 3, 20

5.º, Suter, 6

6.º, NTS, 2

Moto3

1.º, Honda, 221 pontos

2.º, KTM, 191

EQUIPAS

Moto2

1.º, Red Bull KTM Ajo, 267 pontos

2.º, Sky Racing Team VR46, 227

3.º, EG 0,0 Marc VDS, 208

4.º, Dynavolt Intact GP, 172

5.º, Pons HP40, 04, 127

6.º, Italtrans Racing Team, 98

7.º, Boost – Spped Up Racing, 81

8.º, Swiss Innovative Investo, 81

9.º, Tasca Racing Scuderia M, 32

10.º, Federal Oil Gresini Moto, 31

11.º, Kiefer Racing, 24

12.º, Tech 3 Racing, 20

13.º, Marinelli Snipers Team, 9

14.º, SAG Team, 7

16.º, Idemitsu Honda Team Asia, 7

16.º, Forward Racing Team, 6

17.º, NTS RW Racing GP, 3

Moto3

1.º, Del Conca Gresini Moto3, 246 pontos

2.º, Redox PruestelGP, 210

3.º, Leopard Racing, 149

4.º, Estrella Galicia 0,0, 143

5.º, Bester Capital Dubai, 110

6.º, Angel Nieto Team Moto3, 97

7.º, SIC58 Squadra Corse, 90

8.º, RBA Boe Skull Rider, 83

9.º, Sudmetal Shedl GP Racing, 52

10.º, CIP – Green Power, 48

11.º, Petronas Sprinta Racing, 47

12.º, Honda Team Asia, 28

13.º, Red Bull KTM Ajo, 27

14.º, Marinelli Snipers Team, 25

15.º, Sky Racing Team VR46. 24

16.º, Reale Avintia Academy, 8

Próxima prova: Grande Prémio da Áustria, dia 12 de agosto, no Red Bull Ring.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.