Tempo
|
A+ / A-

Brexit

Demissão de Boris Johnson agrava crise política no Reino Unido

09 jul, 2018 - 15:02

Chefe da diplomacia é o terceiro ministro a bater com a porta no espaço de 24 horas por causa dos planos de Theresa May para abandonar a UE.

A+ / A-

Veja também:


O ministro britânico dos Negócios Estrangeiros, Boris Johnson apresentou esta segunda-feira a sua demissão.

A notícia foi confirmada por um porta-voz de Downing Street, citado pelo jornal "The Guardian".

"Esta tarde, a primeira-ministro aceitou o pedido de demissão de Boris Johnson como ministro dos Negócios Estrangeiros. O seu substituto será anunciado brevemente. A primeira-ministro agradece a Boris Johnson pelo seu trabalho", disse a mesma fonte.

Johnson, um acérrimo defensor do Brexit, terá afirmado numa reunião, no final da semana passada, que o plano de May "é uma bosta", noticiou o jornal "The Sunday Times".

O executivo aprovou nessa reunião o plano da primeira-ministro, que defende a criação de uma "área de comércio livre para bens" entre o Reino Unido e a UE.

Boris Johnson é o terceiro ministro a abandonar o Governo nas últimas 24 horas devido aos planos da primeira-ministra Theresa May para a saída do Reino Unido da União Europeia.

David Davis, o ministro responsável para as negociações do Brexit, e o seu "vice" Steve Baker também já tinham batido com a porta.

Em entrevista à BBC, David Davis disse estar indisponível para continuar a desempenhar um papel nas negociações do Brexit em nome de um plano no qual "não acredita".

O novo ministro responsável pelas negociações é Dominic Raab, que até agora ocupava o cargo de secretário de Estado da Habitação.

Tópicos
Saiba Mais
Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+