Tempo
|
A+ / A-

Cardinalato foi “carícia de Nossa Senhora”, disse o Papa a D. António Marto

28 jun, 2018 - 17:20

Ministra da Justiça sublinha a importância desta nomeação para o Estado português.

A+ / A-
“O cardinalato foi uma carícia de Nossa Senhora para ti”, disse o Papa ao novo cardeal
“O cardinalato foi uma carícia de Nossa Senhora para ti”, disse o Papa ao novo cardeal

O Papa Francisco disse, esta quinta-feira, a D. António Marto que a sua elevação ao cardinalato foi uma “carícia de Nossa Senhora”.

Em declarações à Renascença/Ecclesia, no final da cerimónia em que foi criado cardeal, o bispo de Leiria-Fátima explicou o que tinham conversado quando o Papa impôs o barrete cardinalício ao que é agora o quarto cardeal português vivo.

“Eu disse ao Santo Padre que Nossa Senhora e os Santos Pastorinhos agradecem o dom de Fátima”, conta D. António.

Segundo o bispo, o Papa respondeu: “Tu és o representante deles aqui. O cardinalato foi uma carícia de Nossa Senhora para ti.” Então, o agora cardeal D. António respondeu que estava disponível para servir a Igreja de qualquer maneira.

Presente na cerimónia, em representação do Estado português, esteve a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, que elogiou D. António Marto, a quem chamou “um representante fascinante da Igreja Católica portuguesa” e sublinhou a importância desta sua nomeação.

“Este momento é importantíssimo para Portugal, na medida em que embora seja um Estado laico, tem uma longa tradição católica, uma enorme relação com a Santa Sé, por isso termos presentemente no cardinalato mais um representante da Igreja Católica portuguesa é obviamente uma grande honra para Portugal”, disse a ministra da Justiça.

O novo cardeal D. António Marto tem 71 anos e é bispo de Leiria-Fátima desde 2006. Natural de Tronco, perto de Chaves, a sua nomeação para cardeal causou surpresa, uma vez que é a primeira vez que a sua diocese tem um bispo no colégio cardinalício, mas encaixa na lógica do Papa Francisco, que desde que foi eleito tem escolhido novos cardeais de locais inéditos, incluindo a Papua Nova Guiné e o Madagascar, entre outros.

O novo cardeal D. António Marto tem 71 anos e é bispo de Leiria-Fátima desde 2006. Natural de Tronco, perto de Chaves, a sua nomeação para cardeal causou surpresa, uma vez que é a primeira vez que a sua diocese tem um bispo no colégio cardinalício, mas encaixa na lógica do Papa Francisco, que desde que foi eleito tem escolhido novos cardeais de locais inéditos, incluindo a Papua Nova Guiné e o Madagascar, entre outros.

[Notícia atualizada às 18h50]

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+