Tempo
|
A+ / A-

Papa saúda sucesso da cimeira entre Coreias e pede orações pela Síria

29 abr, 2018 - 12:22

Francisco enaltece corajoso compromisso entre os dois líderes e apela à oração pela paz.

A+ / A-

O Papa Francisco saudou este domingo o “resultado positivo” da cimeira entre os líderes das Coreiras do Norte e do Sul e reforçou o apelo ao diálogo e à paz.

“Acompanho com a oração o resultado positivo da Cimeira Intercoreana da última sexta-feira e o corajoso compromisso assumido pelos líderes das duas partes para realizar um percurso de diálogo sincero, com vista a uma península coreana livre das armas nucleares”, declarou, após a recitação da oração do Regina Coeli.

Falando aos milhares de peregrinos reunidos na Praça de São Pedro, o Papa disse ainda que reza para que esta “esperança de um futuro de paz e de mais fraterna amizade” não seja desiludida.

“Que a colaboração possa prosseguir, trazendo frutos de bem para o amado povo coreano e para o mundo inteiro”, desejou.

O Papa Francisco deixou ainda um apelo à oração pela paz na Síria, durante o mês de Maio, que é dedicado à oração do terço, e deixou uma palavra de solidariedade aos católicos da Nigéria, uma comunidade “novamente atingida pelo assassinato de um grupo de fiéis”, entre os quais dois sacerdotes, num ataque que aconteceu na última terça-feira.

“Vamos recitar o Rosário, rezando em particular pela paz na Síria e em todo o mundo. Convido-os a unirem-se espiritualmente e a prolongar por todo o mês de maio a oração do Rosário pela paz”, apelou o santo padre.

O Papa Francisco recordou, a partir da janela do apartamento pontifício, que vai iniciar o mês de maio, particularmente dedicado à oração do terço, com uma peregrinação ao Santuário de Nossa Senhora do Divino Amor, em Roma (17h00 locais, menos uma em Lisboa).

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+