Tempo
|
A+ / A-

Santuário de Fátima

Língua gestual nas celebrações do tríduo pascal

29 mar, 2018 - 11:24

A eucaristia dominical das 15h00, na Basílica da Santíssima Trindade, tem vindo a ser interpretada em LGP, desde 2013. A interpretação em várias celebrações do tríduo é uma novidade, na Páscoa deste ano, na Cova da Iria.

A+ / A-

As celebrações pascais no santuário de Fátima vão ser interpretadas, pela primeira vez este ano, em língua gestual portuguesa (LGP).

As celebrações com interpretação em LGP serão a missa vespertina da Ceia do Senhor, às 18h00 desta Quinta-feira Santa, a celebração da Morte do Senhor, às 15h00 de Sexta-feira Santa, e a Vigília Pascal, às 22h00 de sábado. Estas celebrações decorrem na Basílica da Santíssima Trindade. No domingo de Páscoa, a comunidade surda pode participar na missa dominical às 15h00, na Basílica da Santíssima Trindade.

“Queremos convidar toda a comunidade surda a vir celebrar connosco este momento festivo da Pascoa do Senhor”, diz o reitor do santuário, padre Carlos Cabecinhas, num vídeo dirigido àquela comunidade, onde sublinha a importância da vivência do Tríduo Pascal enquanto momento celebrativo que conduz à “vivência da Páscoa de Jesus Cristo”.

Esta decisão integra um esforço que o Santuário tem vindo a assumir para melhorar as condições aos peregrinos que o visitam, concretamente na resposta de que precisam aqueles que têm especiais necessidades de inclusão e acessibilidade. Neste sentido, desde 2013, que a Eucaristia dominical das 15h00, na Basílica da Santíssima Trindade, tem vindo a ser interpretada em LGP por uma equipa de 12 elementos.

Depois das celebrações pascais, entra em vigor no santuário o "Programa de Verão", que se estende até final de outubro. A missa das 11h00 de segunda a sábado, passa a ser na Basílica da Santíssima Trindade e aos domingos, no Recinto de Oração, enquanto a das 12h30, de segunda a sábado, é na Capelinha das Aparições e, ao domingo, na Basílica da Santíssima Trindade.

Amissa das 16h30 aos domingos, passa para a Capelinha das Aparições.

A Hora de Reparação ao Coração Imaculado de Maria, às 14h00, acontece todos os dias na Capelinha das Aparições.

O rosário das 21h30, que acontece diariamente na Capelinha das Aparições, passa a ser seguido de Procissão das velas.

Ao domingo, o Recinto de Oração acolhe pelas 17h30, Procissão Eucarística.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+