A+ / A-
Novo bispo do Porto

D. Manuel Linda: “Não vou para ser chefe de ninguém”

15 mar, 2018 - 11:10 • Ângela Roque

O diálogo com todos e a atenção à situação social das pessoas são prioridades de D. Manuel Linda, que já enviou uma mensagem de saudação à diocese do Porto para a qual foi nomeado hoje pelo Papa Francisco.
A+ / A-
Novo bispo do Porto: "O nosso programa é dar a conhecer Jesus Cristo"
Novo bispo do Porto: "O nosso programa é dar a conhecer Jesus Cristo"

O novo bispo do Porto, D. Manuel Linda, encara com entusiasmo a nova missão a que agora é chamado na Igreja. “É mais uma tarefa, agradável sem dúvida, a somar a tantas outras que tive de exercer ao longo da minha vida no âmbito eclesial. Esta, evidentemente, tem um cunho muito especial atendendo à responsabilidade que lhe está inerente”, afirma o bispo do Porto em declarações à Renascença e à agência Ecclesia.

Ser escolhido pelo Papa Francisco, que tanto admira, e que já o tinha nomeado para a diocese das Forças Armadas, não deixa de ser um desafio pela sua forma de estar, agir e comunicar. “A sua presença no meio do povo, a sua sensibilidade, a capacidade de valorizar a dimensão misericordiosa. Eu sou um convertido, desde sempre, ao Papa Francisco”, diz D. Manuel Linda.

O novo bispo diz que ainda não definiu prioridades de ação, mas está apostado em dialogar com todos na diocese: “nós não temos programa político para apresentar ao eleitorado, a única coisa que fazemos é dar a conhecer Jesus cristo, mas claro que só se dá a conhecer a partir do momento em que nós estabeleçamos boas relações sociais com as pessoas. As pessoas não recebem se não houver aquela base ao fim ao cabo é a boa relação humana, é isso que tentarei cultivar com todos os católicos e não-católicos da diocese do porto”.

A diocese do Porto não é propriamente desconhecida do novo bispo. D. Manuel Linda estudou na "Invicta" e até inspirou a sua tese de doutoramento em D. António Ferreira Gomes, um dos mais carismáticos bispos portugueses de sempre. Também por isso sabe a responsabilidade que o espera como bispo do Porto.

D. Manuel já enviou uma mensagem a saudar os cristãos da diocese: “Não vou para ser chefe de ninguém, mas para ser um trabalhador do Evangelho, um contratado para a vinha do Senhor, para usar uma expressão de Bento XVI. Faremos caminhada em conjunto, trabalharemos na mesma vinha, com o mesmo entusiasmo, com o mesmo afinco, e com a mesma lealdade entre trabalhadores."

No Porto, D. Manuel Linda espera prosseguir um trabalho pastoral atento à realidade social das pessoas: “É uma das minhas prioridades, sem dúvida alguma. Tentarei fazê-lo com toda a simplicidade. Não é preciso chamar a comunicação social para fazer boas ações, de qualquer maneira elas estarão presentes no meu ideário”, sublinha.

D. Manuel Linda vai manter a tutela das Forças Armadas e Segurança até o Papa nomear um substituto para a diocese castrense, o que poderá demorar pelo menos meio ano.

A entrada solene na diocese do Porto ainda não tem data marcada, mas poderá ocorrer até final de Abril.

De Lamego ao Porto

O novo bispo do Porto tem 61 anos, completando 62 em abril.

Nascido em São Pedro de Paus, concelho de Resende, diocese de Lamego, a 15 de abril de 1956, Manuel da Silva Rodrigues Linda frequentou o seminário em Lamego e foi ordenado padre a 10 de junho de 1981.

Enquanto sacerdote, desempenhou vários missões como pároco e também cargos administrativos, tendo sido reitor do seminário de Vila Real e promotor de Justiça e Defensor do Vínculo no Tribunal Eclesiástico da mesma diocese.

D. Manuel Linda tem licenciaturas em Humanidades, pela Faculdade de Filosofia de Braga da Universidade Católica Portuguesa, e em Teologia, pela Faculdade de Teologia do Porto da mesma universidade. Prosseguiu estudos em Roma e em Espanha, tendo obtido o doutoramento na Universidad Pontificia Comillas, em Madrid.

Bento XVI nomeou-o bispo auxiliar de Braga em 2009 e, em 2013, sucedeu a D. Januário Torgal Ferreira como bispo das Forças Armadas e de Segurança.

Atualmente, D. Manuel Linda é o presidente da Comissão Episcopal das Missões e Nova Evangelização.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • Agostinho Vieira C
    16 mar, 2018 USA 09:21
    Seja bem-vindo a Diocese do Porto e que DEUS o ilumune e o proteja nas novas funcoes que lhe foram confiadas
  • couto machado
    15 mar, 2018 Porto 15:06
    Faço votos para que a missão que vai desempenhar, seja coroada de êxito.