Tempo
|
A+ / A-

Padre João Aguiar

"Um homem profundamente apaixonado em torno de dois grandes amores: os presos e a Renascença"

23 fev, 2018 - 11:00

O ex-presidente do Conselho de Gerência da Rádio Renascença recorda que Dâmaso lambers viveu sempre "com enorme alegria", declarando-se "o homem e o padre mais feliz do mundo".

A+ / A-
Testemunho do padre João Aguiar sobre o Padre Dâmaso
Testemunho do padre João Aguiar sobre o Padre Dâmaso
O padre Dâmaso Lambers e o padre João Aguiar numa celebração eucarística na capela da Rádio Renascença, na Buraca, em Julho de 2016. Foto Teresa Abecasis/RR

O ex-presidente do Conselho de Gerência da Rádio Renascença, cónego João Aguiar, recorda Dâmaso Lambers como "um homem profundamente apaixonado pelo seu sacerdócio, pela sua missão, desenvolvida essencialmente em torno de dois grandes amores: os presos e a Rádio Renascença".

João Aguiar sublinha que o padre agora desaparecido dedicou-se aos presos "não apenas como capelão, no interior das cadeias, mas também na preparação da sua reinserção, através da associação 'O Companheiro'".

Em relação à ligação de décadas com a Renascença, João Aguiar destaca "o amor à instituição e à sua missão" traduzido, também, por Dâmaso Lambers "no amor concreto ás pessoas".

O padre Dâmaso viveu tudo isto "com enorme alegria", uma alegria que o levava "a declarar-se o homem e o padre mais feliz do mundo, remata João Aguiar.

O padre Dâmaso Lambers morreu na quinta-feira, no Hospital da Ordem Terceira, em Lisboa, aos 87 anos.

O seu corpo estará em câmara ardente na Igreja de Nossa Senhora do Amparo de Benfica, a partir das 16h00 de sexta-feira. O funeral é no sábado, às 10h30.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+