Tempo
|
A+ / A-

Vaticano vai receber exposição de Andy Warhol, um homem de fé

30 jan, 2018 - 02:27

Simbolo da Pop Art, o artista norte-americano ia frequentemente à missa numa igreja de Nova Iorque e chegou mesmo a encontrar-se no Vaticano com o Papa João Paulo II.

A+ / A-

O Vaticano vai receber uma grande exposição de obras de Andy Warhol. Em exibição estará a faceta religiosa do artista norte-americano símbolo maior da Pop Art.

O Museu do Vaticano está em conversações avançadas com o Museu Andy Warhol, em Pittsburgh, e a mostra vai acontecer em 2019, segundo o “The Art Newspaper”.

A exposição vai incluir a série de trabalhos intitulada Última Ceia, inspirada nos frescos de Leonardo da Vinci sobre aquele momento da Bíblia.

O público também poderá apreciar as famosas caveiras pintadas de Andy Warhol, bem como filmes e outro material de arquivo.

“Estamos muito interessados em explorar o lado espiritual do artista”, afirma a directora do Museu do Vaticano, Barbara Jatta, citada pelo “The Art Newspaper”.

É muito importante para o museu manter um diálogo com a arte contemporânea, sublinha. “Vivemos num mundo de imagens e a Igreja tem de fazer parte dessa conversa”, explica Barbara Jatta.

Filho de um casal de imigrantes oriundo da Eslováquia, membros da Igreja Católica Bizantina Eslovaca, Andy Warhol manteve a devoção ao longo da vida.

Ia frequentemente à missa numa igreja de Nova Iorque, foi voluntário num abrigo para carenciados gerido por religiosos e chegou mesmo a encontrar-se com o Papa João Paulo II no Vaticano, em 1980.

O simbolo da Pop Art morreu em Nova Iorque, em 1987.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+