Tempo
|
A+ / A-

Trump defende-se: “Sempre fui, tipo, muito esperto. Aliás, um génio”

06 jan, 2018 - 15:12

Sob fogo devido às revelações de um livro com alegadas revelações sobre a sua campanha, Trump diz que os democratas estão desesperados ao insinuar que é mentalmente instável.

A+ / A-

Donald Trump defendeu a sua estabilidade mental este sábado e a sua inteligência, dizendo que não é apenas muito esperto, mas um verdadeiro génio. A revelação presidencial foi feita na sua conta do Twitter.

Sob fogo devido a alegações feitas no livro “Fire and Fury”, que a Casa Branca diz estar recheado de mentiras, o Presidente recorreu às redes sociais para dizer que esta táctica revela o desespero dos seus opositores.

“Agora que ficou provado ao povo americano, após um ano de intenso estudo, que a teoria do conluio com a Rússia foi uma fraude completa, os democratas e os seus cães de fila, os Média Generalistas de ‘Fake News’ voltaram à táctica que usaram contra o Reagan e estão a clamar contra a minha estabilidade mental e inteligência”, escreve o Presidente na sua primeira mensagem.

Noutra mensagem segue o seu raciocínio. “Na verdade, ao longo da minha vida os meus dois maiores trunfos têm sido a minha estabilidade mental e o facto de ser, tipo, muito esperto.”

Trump acusa a sua opositora na corrida à Casa Branca, que continua a apelidar de “crooked Hillary”, de ter tentado usar a mesma táctica, para sua própria desgraça e conclui apontando para a sua própria ascensão.

“Passei de homem de negócios MUITO bem sucedido a estrela da televisão e a Presidente dos Estados Unidos (à primeira tentativa). Penso que isso mostra que sou não apenas esperto, mas um génio… E um génio muito estável!”, conclui Trump.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

  • ze da avo
    06 jan, 2018 toronto 18:28
    Estou de acordo com o Trump.Ou ele e um genio a nos fazer acreditar que e um louco estupido,ou o e de verdade.
  • José J. Cruz Pinto
    06 jan, 2018 ILHAVO 16:38
    Não é possível ! Mas tem de ser verdade. Este "tipo", para dizer o que diz, só pode ser IDIOTA - o que é, aliás, uma das teses do livro em causa.
  • Dias
    06 jan, 2018 Mafra 16:27
    Alegações escritas num livro por alguém que definitivamente não gosta do Trump.
  • walter
    06 jan, 2018 Bragança 15:37
    Os maus e medíocres não têm diferenciação para reconhecer os génios e estes incomodam mta gentinha e são mal vistos e apreciados.
  • America
    06 jan, 2018 Faro 15:33
    A não dependência de ninguém dentro do sistema de interesses causa grande embaraço a setores que dominavam os EUA quer estivessem os Republicanos quer fossem os Democratas .portanto todos contra TRUMP,republicanos,democratas e outros .Os ataques tem tido contra ataques de TRUMP com efeitos internos e externos,escandulos,paradise pappers,fundaçao climton etc Vamos ver qto tempo dura um presidente não comprometido com o sistema interno e externo que levou a umaa mudança radical das politicas principalmente externa tâo rápida que os Países e Organizações ficaram aturdidas e n coseguem acompanhar.Com TRUMP n há compromissos há América.