Tempo
|
A+ / A-

Nova Iorque. "Tentativa de ataque terrorista" em terminal de autocarros faz quatro feridos

11 dez, 2017 - 12:48

Explosão aconteceu durante a hora de ponta num dos terminais de transportes mais movimentados de Nova Iorque. Suspeito, de 27 anos, foi detido.

A+ / A-
"Tentativa de ataque terrorista" em Nova Iorque. "O pânico era tão grande"
"Tentativa de ataque terrorista" em Nova Iorque. "O pânico era tão grande"

Uma explosão no terminal de autocarros de Port Authority, em Nova Iorque, esta segunda-feira, fez pelo menos quatro feridos, incluindo o suspeito da "tentativa de ataque terrorista", que foi detido, informaram as autoridades pelas 14h40 (hora de Lisboa).

O presidente da Câmara de Nova Iorque, Bill de Blasio, em conferência de imprensa, classificou o incidente, levado a cabo com um engenho artesanal preso ao corpo do suspeito, como uma "tentativa de ataque terrorista". O comissário da polícia James O'Neill fala num "incidente relacionado com terrorismo".

As autoridades acreditam que "não há outras ameaças na cidade" e que o indivíduo estava a agir sozinho. O suspeito já foi identificado: trata-se de um homem de 27 anos chamado Akayed Ullah.

Os bombeiros de Nova Iorque deram conta de quatro feridos, nenhum dos quais corre perigo de vida. Um dos feridos é um polícia do terminal de autocarros. O suspeito é o ferido mais grave, com queimaduras e lacerações.

A explosão ocorreu durante às 7h20 (hora local), hora de ponta, entre a rua 42 e a 8ª Avenida, no centro de Manhattan, perto de Times Square.

A Casa Branca informa que o Presidente Donald Trump foi informado dos acontecimentos.

O terminal foi encerrado temporariamente pelas autoridades e três linhas de metro (A, C e E) chegaram a ser evacuadas.

Comentários
Tem 1500 caracteres disponíveis
Todos os campos são de preenchimento obrigatório.

Termos e Condições Todos os comentários são mediados, pelo que a sua publicação pode demorar algum tempo. Os comentários enviados devem cumprir os critérios de publicação estabelecidos pela direcção de Informação da Renascença: não violar os princípios fundamentais dos Direitos do Homem; não ofender o bom nome de terceiros; não conter acusações sobre a vida privada de terceiros; não conter linguagem imprópria. Os comentários que desrespeitarem estes pontos não serão publicados.

Destaques V+