Tempo
|

"O importante é saber de onde vem o dinheiro angolano"

06 jul, 2013

Escritor José Eduardo Agualusa, que acaba de lançar o livro “A Vida no Céu”, foi o entrevistado desta semana do programa "Ensaio Geral" da Renascença.

Portugal deveria questionar de onde vem o dinheiro angolano que é investido no país, diz José Eduardo Agualusa, em entrevista ao programa “Ensaio Geral” da Renascença.

“O importante não é saber de onde vem o investimento, se é um investimento de Angola ou de outro país qualquer. O importante é saber de onde vem o dinheiro e essa é uma questão que, por vezes, não se coloca em Portugal e devia colocar-se”, afirma o escritor angolano, que acaba de lançar o livro “A Vida no Céu”.

Agualusa questiona porque é que os investimentos angolanos não atravessam o Atlântico e chegam aos Estados Unidos e estão a crescer em Portugal.

“Porque é que Angola está a investir em Portugal e não está a investir nos Estados Unidos? Porque nos Estados Unidos vão perguntar de onde vem o dinheiro, essa é a diferença, Portugal não está a perguntar de onde vem este dinheiro e devia perguntar. Esta é a questão.”

"Falta que as pessoas participem"
Neste entrevista ao “Ensaio Geral” da Renascença, José Eduardo Agualusa, que vive parte do ano no Brasil, faz um paralelismo entre os recentes protestos nas ruas daquele país e aquilo que se passa em Portugal. Conclui que por cá falta mais participação cívica em altura de crise.

“O que é positivo é que as pessoas discutam, que levantem [questões], saiam à rua e tentem criar outra maneira de participação social. Participem. Isso é que falta, é que as pessoas participem. Aqui em Portugal falta muito também isso.”
 
A crise em Portugal também está a afectar os índices de leitura. Nas contas do escritor José Eduardo Agualusa, a crise levou-o a perder já metade dos seus leitores.

O autor explica que continua a ter muitos leitores em Portugal, mas é no Brasil onde encontra uma maior procura.

José Eduardo Agualusa, que acaba de lançar o livro “A vida no céu” foi o entrevistado desta semana do “Ensaio Geral” da Renascença, gravado na livraria Ferin, numa parceria com a Booktailors.

O “Ensaio Geral” é um programa com edição de Maria João Costa e assistência técnica de José Ferreira, que pode ouvir na Renascença às sextas-feiras, pelas 23h30, ou a qualquer altura na Internet.