Tempo
|

Apreendidos 10 milhões de medicamentos potencialmente mortais

27 jun, 2013

Operação decorreu em vários países, incluindo Portugal. Valor comercial dos produtos apreendidos ronda os 40 milhões de euros.

A Interpol anunciou a apreensão de 10 milhões de medicamentos contrafeitos e potencialmente mortais. Foram ainda detidas 58 pessoas. A operação internacional decorreu em simultâneo em 100 países, entre quais Portugal, e teve como alvo sites de internet de venda de medicamentos.

O valor comercial dos produtos apreendidos ronda os 40 milhões de euros. Das 17 mil páginas de internet analisadas, quase dez mil foram encerradas.

Durante as ações de fiscalização foram inspeccionadas 522.000 encomendas postais, das quais 58.481 ficaram aprendidas por conterem medicamentos ilegais e/ou falsificados.

Um nota conjunta da Autoridade Tributária e Aduaneira e do Infarmed (Autoridade do Medicamento) informa que entre 18 e 25 de Junho foram feitas inspecções na central e encomendas postais: 40 encomendas foram apreendidas de um total de mais de 3.300 inspeccionadas. Foram encontrados medicamentos ilegais no valor de 55 mil euros, sobretudo destinados a tratamentos de emagrecimento ou ao tratamento da disfunção eréctil.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), metade dos medicamentos vendidos na net são contrafeitos.