Tempo
|

Mais de 170 aviões vão pousar em Lisboa devido à final da "Champions"

12 mai, 2014 • Celso Paiva Sol

A maior parte são aviões privados e não é de Espanha que vem o maior número. Governo autoriza voos de madrugada para escoar grande volume de voos.

Mais de 170 aviões vão pousar em Lisboa devido à final da "Champions"

Só com passageiros para a final da Liga dos Campeões, o aeroporto de Lisboa vai receber mais de 170 aviões. A maior parte são aviões privados e não é de Espanha, o país de origem dos dois clubes finalistas, que vem o maior número.

A operação ainda não está fechada, mas, até esta segunda-feira à tarde, o aeroporto de Lisboa já recebeu 49 pedidos para voos charter e outros 123 para voos privados, disse à Renascença fonte da ANA - Aeroportos de Portugal.

Entre os "charters", os voos que mais passageiros trazem dos 49, apenas 17 terão, no entanto, origem em Espanha. Já dos privados, muito mais pequenos, bem se pode dizer que vêm literalmente de todo o mundo. Não foi possível apurar os países de onde são originários.

Confirma-se assim a previsão de que o derby de Madrid dará origem a menos movimento no aeroporto da capital portuguesa se comparado, por exemplo, com um jogo entre ingleses e alemães, que usariam quase exclusivamente o avião para chegar a Lisboa, ao contrário dos espanhóis.

Voos também de madrugada
Os aviões que trouxerem adeptos para a final da Liga dos Campeões estão autorizados a usar o espaço aéreo português durante a madrugada dos dias 23, 24 e 25.

Uma portaria publicada esta segunda-feira em “Diário da República” abre uma excepção para os voos entre a meia-noite e as 6h00 que se realizem nos dias 23, 24, e 25.

A portaria conjunta dos ministérios do Ambiente e da Economia justifica o levantamento desta proibição, que vigora em todos os aeroportos comunitários, com a necessidade de escoar o grande volume de voos que se espera devido ao jogo de futebol entre Atlético e Real de Madrid.

A decisão é válida para Lisboa, Porto, Faro e Beja para voos que comprovadamente tragam adeptos para o jogo do Estádio da Luz e ficará sempre condicionada a um pedido prévio dos operadores.