Tempo
|

Ronaldo reacende conflito entre adeptos israelitas e palestinianos

21 mar, 2013 • Violeta Moura, no Médio Oriente

Pequena frase que o capitão da selecção portuguesa escreveu no Facebook está a gerar uma acesa discussão no Médio Oriente.

Ronaldo reacende conflito entre adeptos israelitas e palestinianos

Ronaldo está em Israel para defrontar a selecção local e decidiu ir ao Facebook deixar uma mensagem aos mais de 55 milhões de seguidores que tem. "Uma grande manhã em Israel com os meus colegas", escreveu, ao que juntou uma fotografia onde surge com Miguel Veloso, Sílvio e Pepe. Consequência: as palavras que partilhou acabaram por reacender o conflito entre fãs dos dois lados do muro de separação israelita. 

O "post" do jogador português começou por receber comentários de fãs palestinianos que dizem que Ronaldo "não está em Israel, mas na Palestina". Fãs israelitas responderam, apoiando a declaração do jogador e é neste momento na página de Ronaldo que se digladiam ambas as partes em longas discussões políticas, por vezes acompanhadas de "slogans" nacionalistas. Já há mais de 40 mil comentários.

Ainda assim, também se encontra um certo tom pedagógico em algumas das observações que muitos fãs de ambos os lados fizeram. Dizem a Ronaldo que o conflito israelo-palestiniano, entre muitas das suas dimensões, tem também que ver com o facto de ainda não terem sido estabelecidas fronteiras acordadas entre ambas as partes.

Enquanto Ronaldo e o Real Madrid gozam de uma enorme popularidade entre fãs israelitas, os adeptos palestinianos são maioritariamente afectos ao Barcelona de Leo Messi - não apenas por questões futebolísticas, mas também pela luta independentista da Catalunha, com a qual se identificam.

Ronaldo e a selecção portuguesa defrontam Israel esta sexta-feira, em jogo a contar para a fase de apuramento para o Mundial de 2014. A partida começa às 12h45, tem relato na Renascença e acompanhamento ao minuto em rr.sapo.pt