Tempo
|

Lituânia vira à esquerda

28 out, 2012

Nenhuma força política teve maioria absoluta e vai ter que haver entendimentos no Parlamento lituano.

A oposição de esquerda venceu as eleições legislativas na Lituânia, segundo os resultados parciais anunciados, em Vílnius, pela comissão eleitoral.

O partido social-democrata liderou os resultados com um total de 38 lugares no futuro parlamento lituano, à frente dos conservadores do primeiro-ministro cessante, Andrius Kubilius, que ficou com 34 lugares.

O Partido do Trabalho, de Victor Uspaskich, alcançou 29 lugares, e o partido populista de direita Ordem e Justiça, aliado potencial dos dois partidos de esquerda, conquistou 11 lugares.

Os social-democratas, o Partido do Trabalho e o Partido Ordem e Justiça reúnem um total de 78 lugares de um total de 141 assentos do parlamento lituano.

"Avalio estes resultados positivamente. Depois da segunda volta das eleições, ficámos na frente", declarou na televisão Algirdas Butkevicius, líder dos social-democratas e potencial primeiro-ministro da futura coligação governamental.