Tempo
|

12 de Janeiro

"A minha oração é de gratidão"

12 jan, 2013

12 de Janeiro

A manhã estava fria, não havia sol e foi difícil encontrar o ponto de partida.
Mas quando deixámos o carro para trás, fomos peregrinos de estradas desertas, de caminhos de pedras soltas.
E o silêncio. O silêncio quebrado pelo ritmo das palavras rezadas, pelo cantar solitário, quase tímido perante a grandeza do que nos rodeava.
Os campos estavam trabalhados e uma, talvez duas vezes, percebemos as figuras curvadas de quem tem na terra o sustento. E sorrimos ao pequeno rebanho, demos os bons dias ao seu pastor.
Chegados, descemos o recinto e connosco todos os peregrinos  que desde sempre caminham ao encontro da Tua Mãe, rainha de Portugal, Nossa Senhora de Fátima.
Hoje, Jesus, a minha oração é de gratidão. Pelas horas a caminhar, tão vazias de tudo o que nos enche os dias e tão cheias de Ti e da Tua presença.
Gratidão pelo frio, pela chuva, os caminhos, as arvores, as pedras, o céu, tudo tão belo e tão puro.
Gratidão pelos amigos que partilham a Fé, a Fé que nos torna Irmãos em Ti.


Isabel Figueiredo